Cuidado com os colaboradores tóxicos

Essas pessoas, além de prejudicar o desenvolvimento, podem gerar desmotivação.

Cuidado com os colaboradores tóxicos

Nas empresas de todos os ramos e segmentos existem pessoas de todos os tipos. Mas o que prejudica mesmo a produtividade, são aqueles profissionais tóxicos e desagradáveis, que parecem ter o poder de destruir o bom clima.

Essas pessoas, além de prejudicar o desenvolvimento, podem gerar desmotivação, intrigas e até o pedido de demissão de colegas que não aguentam esses comportamentos.

Leia também: Qual a diferença entre bullying e brincadeira no ambiente de trabalho?

Veja se não é assim: toda empresa tem um “puxa-saco”. 

Esta pessoa pode até ser um bom funcionário, mas o problema é que ele emprega seus talentos da maneira errada. Ele se concentra no chefe e não naquilo que a equipe e a empresa esperam de um bom profissional. Se concentram nas aparências e achismos e não nos resultados em si.

Outro personagem que sempre existe em todo tipo de empresa, é o “Brincalhão incontrolável”, ou, numa linguagem mais moderna, osem noção”. Brincadeiras são saudáveis, mas o problema é que o excesso estraga.

Leia também: Outros tipos de colaboradores tóxicos. 

E tem também aquele menos gosto: é oreclamão’. Menos gosto porque pessoas pessimistas sugam a energia de qualquer um. Ouvir um desabafo de vez em quando faz parte do jogo, mas todos os dias ninguém aguenta.

Reclamões são aqueles que tem um problema pra cada solução. E talvez seja o pior dos tipos. Pois de todos os comportamentos, este é aquele que tem a necessidade de contaminar outros. Cuidado com ele, pois parece um vírus: quando a gente menos espera, está reclamando também.

Pense nisso e me adicione no Facebook e no Instagram.

Veja pode se interessar também por estes posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.