Semana do Desestresse – Parte 5Deixe um pouco o celular de lado e mostre sempre o sentimento de gratidão.

Semana do Desestresse - Parte 5

Foi um pesquisador húngaro chamado Hans Selye quem fez os primeiros estudos sobre o estresse em 1936. Ele colocou cobaias em situações estressantes e observou um padrão de resposta nelas. Ele descobriu que o estresse tem três fases: alarme, resistência e esgotamento. É justamente depois dessa fase do esgotamento que costumam aparecer doenças como úlceras, hipertensão e artrites.

Como aqui ninguém quer ficar doente, apresentei a Semana do Desestresse, aqui no meu blog. Foram 5 dias dando ideias simples para combatermos este terrível mal.

E minhas dicas finais:

Deixe um pouco o celular de lado durante o dia. Ficar monitorando toda hora o Whatsapp ou o Facebook aumenta o seu nível de estresse. Fique desconectado um pouco. A dica é cortar a conexão do celular com a internet por algumas horas, para que você não caia na tentação de dar uma olhadinha nas notficações.

E a última dica desta semana: mostre sempre gratidão. Outro dia, o Facebook liberou até um botão de curtida chamado “gratidão” para incentivar a gente a agradecer por todas as coisas da nossa vida. Pare pra pensar pelo que você é grato: pode ser pela sua família, pelo seu trabalho, por um projeto pessoal que está indo bem, pelo seu chefe… Estudos científicos dizem que quem sente gratidão se sente melhor e tem até mais saúde do que quem não sente. Eu tenho certeza que você tem muitas coisas pelas quais é grato. Demonstre!

Este foi o ultimo episódio da “Semana do Desestresse” aqui no meu blog. Quer desestressar? Confira todos os textos aqui no blog. O estresse é o novo “mal do século” e você precisa estar preparado para encarar de frente e não se deixar abalar. Espero que essas dicas tenham sido úteis para você.

Clique aqui para os episódios anteriores:

Semana do Desestresse – Parte 1

Semana do Desestresse – Parte 2

Semana do Desestresse – Parte 3

Semana do Desestresse – Parte 4

Veja pode se interessar também por estes posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *