Já ouviu falar em normose?

Destacado

Quer um exemplo de “normose”? Achar sempre um culpado para os problemas e falhas do dia-a-dia é uma delas.

Meu amigo, minha amiga:

Há na mente da maioria das pessoas uma crença bastante enraizada. É a crença de que tudo o que a maioria pensa, sente, acredita ou faz, deve ser considerado como normal e como consequência deve servir de guia para o comportamento de todo mundo.

O termonormose, criado pelo filósofo Pierre Weil, é formado pela junção da palavra “normal” com o sufixo “ose” (que significa processo doentio) e foi adotado para designar a forma de comportamento visto como normal, mas que na realidade é anormal.

No mundo empresarial, as “normoses” podem levar uma empresa ao fracasso, pois são frequentes e corriqueiras, mas prejudicam como se fossem verdadeiras doenças corporativas.

Continuar lendo

Afinal, o que o cliente quer? Preço ou Qualidade?

Destacado

Muito além do preço - Banana - Diego MAiaUma ouvinte que não quer se identificar escreveu:

“Sou gestora de vendas na empresa que herdei do meu pai. Aqui, comercializamos equipamentos e serviços para prevenção de incêndios.

Dentre várias situações no que tange herdar uma empresa, a que mais me preocupa é o posicionamento da concorrência no nosso segmento.

Infelizmente é um segmento sem sindicato, com práticas absurdas de dumping e uma concorrência totalmente promíscua.

Visito os clientes, converso, oriento-os, explico normas e legislações do nosso serviço, e os clientes além de se assustarem em descobrir que não possuem nem 1/3 do que é obrigatório, julgam os valores das nossas propostas como mais caros – vale informar que não praticamos valores acima do mercado, nos preocupamos em oferecer o justo, de acordo com nossa expertise e situação do mercado brasileiro – e acabam por não fechar conosco, repassam todo levantamento para concorrência e fecham com eles, pois praticam valores impossíveis de serem cobertos. E na contra partida: não executam efetivamente o serviço – o típico que diz que fez, e o cliente não tem como provar que não foi feito –, não deixam as edificações com a conformidade exigida pelos órgãos fiscalizadores, e mais uma série de falhas que precisaria de caracteres mais caracteres para relacionar”.

Afinal, o que o cliente quer?

  • Devo largar a qualidade para cobrir valores visando nossa  sobrevivência?
  • Ou devo prezar a qualidade e manter meus números e crescimento abaixo do que podemos atingir?

Continue lendo e confira minhas respostas!

Continuar lendo

A motivação diária do profissional de vendas

Gabriel Dantas escreve perguntando: “Diego, qual é o segredo da motivação diária para vendas?”

Gabriel, são muitos os caminhos possíveis. E eu gosto muito de me concentrar em quatro eixos. Confira:

Continuar lendo

Como aumentar as vendas imediatamente

Emanuel escreveu falando que tem duas clínicas de ortodontia. Seu negócio há muito deixou de ser só por paixão: ele profissionalizou e hoje entende que pacientes são clientes e que cada minuto “na cadeira” precisa ser rentável. Ele está apreensivo com esta tal de crise, acha que tratamento ortodôntico é uma das coisas que as pessoas cortam primeiro quando precisam economizar. E pede ideias para não sofrer tanto. Confira:

Continuar lendo

Mais atitude, menos receptividade

Esses dias estive num grande shopping e visitei uma loja de colchões. O movimento estava fraco, e lá dentro da loja eu contei 5 ou 6 vendedores, mais o gerente.

Eu era o único cliente da loja naquele momento. Uma vendedora muito simpática veio me atender. Os outros cinco continuaram lá nas suas vidinhas: conversa fiada, paciência no computador, Facebook… numa típica rotina da baixa performance e anti-produtiva.

O que eles poderiam estar fazendo ali naquele momento, já que a loja estava vazia?

Continuar lendo

Você sabe negociar?

A revista Exame me procurou novamente. Publicou uma reportagem muito bacana. Nela eu falei sobre como identificar se uma pessoa, um empresário, um gestor ou profissional de qualquer área, sabe ou não negociar. Eu elenquei alguns tópicos e compartilho hoje com você. Confira:

Continuar lendo

Sacadas de Vendas #30

Muita gente cresce em períodos de crise. O que essas pessoas fazem para vencer nestes momentos turbulentos? Eu te conto no último episódio desta temporada de #SacadasDeVendas. Assista e compartilhe!

Sacadas de Vendas #29

Quantas vezes você disse a si mesmo que precisa melhorar algo em sua vida mas acabou não fazendo nada?

Quantas vezes você se viu insatisfeito com seu trabalho, prometeu alterar alguma coisa, mas não seguiu adiante com sua decisão? Assista o 29o episódio de #SacadasDeVendas e impulsione definitivamente sua carreira!

Sacadas de Vendas #28

Cansado de ter ideias e planos e não conseguir realizar? Saiba que META é muuuuito diferente de VONTADE! No 28o. episódio de “Sacadas de Vendas” te mostro como TRAÇAR e CONQUISTAR todas as suas metas. Assista e compartilhe!

Sacadas de Vendas #27

Esses dias estive num grande shopping e visitei uma loja de colchões. Eu era o único cliente e lá dentro eu contei 5 ou 6 vendedores ociosos, mais o gerente.

Uma vendedora simpática veio me atender. Os outros 5 continuaram lá nas suas vidinhas com tarefas anti-produtivas: conversa fiada, paciência no computador, xeretando a vida dos outros no Facebook… Assim não dá, assim não vende!

Sacadas de Vendas, vídeo #26

Não está vendendo como deveria? Onde será que você está errando? Confira no 26o. episódio da série “Sacadas de Vendas“. Perdeu ou quer rever algum episódio? Acesse aqui.

Sacadas de Vendas, vídeo #25

Quer se tornar um NEGOCIADOR de alta performance? Confira no 25o episódio da série “Sacadas de Vendas“!

Sacadas de Vendas, vídeo #24

O “tirador de pedidos” morreu! O mercado clama por um perfil mais CONSULTIVO. Quer saber como fazer esta travessia? Assista o 24o. episódio da série “Sacadas de Vendas“.

Sacadas de Vendas, vídeo #23

O que é “VENDER” para você? Existem zilhões de definições para a nossa atividade. Para mim, VENDER é ter… confira do 23o. episódio da série “Sacadas de Vendas“.