R.D.Lay contrata CDPV para desenvolver seu time de vendas

Destacado

O Grupo CDPV, empresa especializada em treinamento e recrutamento de vendedores acaba de ser contratado pela R.D.Lay, marca de moda feminina presente em 10 pontos de vendas da região metropolitana do Rio de Janeiro.

A partir de agora, todo o processo de recrutamento, seleção, treinamento e desenvolvimento está sob nossa direção e encaminhamento. Através do serviço RH Vendas ajudaremos a formar uma sólida equipe comercial. Com as soluções de treinamento comercial, ajudaremos no desenvolvimento da atual equipe.

Desde de 1995, a R.D.Lay desenvolve linhas de produtos de alta qualidade com o objetivo de realçar a beleza das mulheres. No seu centro de produção são fabricados shorts, vestidos, calças e blusas com modelagens modernas e a preços acessíveis aos bolsos.

“Esta parceria é mais uma conquista para o CDPV. Tenho certeza que nosso time fará o melhor para superar os resultados. Assim como a R.D.Lay, temos o comprometimento com a ética e valorizamos o trabalho em equipe. Formaremos pessoas capacitadas para fazer a diferença”, afirma Diego Maia, CEO do CDPV. 

Leia também – Capemisa Seguradora contrata o CDPV para treinar seu time. 

Faça como a R.D.Lay! Contrate nossos serviços de recrutamento e seleção e conheça nossas soluções de treinamento de vendas, uma nova era no treinamento de equipes comerciais.

 

É rir pra não chorar: recrutamento de pessoas

humorEu e minha equipe de recrutamento lá no Grupo CDPV – especificamente no serviço RH Vendas, catalogamos, sempre que dá, as pérolas ouvidas ou vistas durante um processo de seleção.

Além de ajudar a descontrair a pressão por resultados, brincamos que temos quase uma espécie de bíblia do que NÃO deve ser feito para buscar um emprego bacana.

Outro dia recebi um currículo de uma pessoa sem qualquer experiência, se candidatando ao cargo de gestão. Você pode não acreditar, mas no campo “experiências anteriores” o rapaz colocou lá: “administro 23 grupos de mensagens no WathsApp”.

Numa entrevista, quando perguntado sobre os fatos mais marcantes de sua vida profissional, o candidato respondeu: “O que mais me marcou foi a minha separação da minha ex-mulher. Isso me deixou desequilibrado emocionalmente”.

Numa entrevista para um cargo que o domínio do inglês era fundamental, foram selecionados currículos que mencionassem este diferencial. Quase chegando ao final da entrevista, a selecionadora  propôs que continuassem a conversa em inglês. “Sim”, respondeu o profissional. “Mas antes, posso ir ao banheiro?”. Ele nunca mais voltou.

É estranho, mas quase todo currículo que recebo consta nele que as pessoas possuem no mínimo inglês e espanhol básicos e que também possuem uso de Pacote Office completo, com Word, Excel, Power Point e Publisher… mesmo não tendo!

As pessoas precisam ser verdadeiras em suas habilidades. Devem colocar o que sabem fazer de verdade! Assim, economizam o tempo de muitos envolvidos, inclusive o seu próprio….

A pérola que eu mais gosto é essa:  quando perguntado sobre suas qualidades e defeitos, o candidato disparou a falar adjetivos positivos. Nada negativo. “Mas e os defeitos?”, insistiu o entrevistador. Candidato responde: “Estou pensando, mas não lembro de nenhum. Sou um profissional completo.”

Fecha o pano.