Reforma Trabalhista

Primeiramente, você sabe o que é Reforma Trabalhista? Vale tudo? O que mudou? E como evitar as ações trabalhistas?

Sim, são muitas as perguntas sobre esse tema, pois poucos países possuem uma legislação tão protetiva como a nossa, regulando totalmente a relação entre a empresa e seus empregados.

Além disso, nosso país ainda tem uma justiça do trabalho bastante singular, por, por exemplo, ter interpretações bem peculiares.

Quer saber mais sobre a Reforma Trabalhista? Então assista agora mesmo essa aula do Marco Aurélio Medeiros, diretor da nossa parceira Múltipla Consultoria, uma empresa com 40 anos de experiência de mercado, especialista em entregar serviços personalizados, atendendo a singularidade do seu negócio!

Acompanhe Diego Maia, um dos palestrantes de vendas mais contratados do Brasil, no Facebook, no Instagram e no Spotify!

#BóraVoar🚀

Motivação por si só não basta. O que importa é a disciplina!

Uma frase muito oportuna para o momento que estamos vivendo é da psicóloga americana Augusta F. Kantra: Disciplina é escolher entre o que você quer agora e o que você mais quer.”

A disciplina, ou a falta dela, é um dos maiores entraves da produtividade. Aquele relatório que a gente deixa pra amanhã, aquele projeto que você posterga para entregar, por exemplo. Até o cumprimento daqueles combinados que você, por volume de trabalho ou mesmo interesse, não faz.

Conheço uma penca de indisciplinados crônicos e a existência deles atravanca o resultado de qualquer empresa, pequena, média ou grande.

Portanto, é comum confundirmos motivação com disciplina. Ou seja: se estamos desmotivados ou desgostosos com o trabalho ou com o chefe, “esquecemos” de fazer algumas coisas, ou vamos empurrando com a barriga.

De modo geral, a motivação é um estado mental ou emocional particular que impulsiona um indivíduo a realizar suas tarefas.

Não só pra mim como pra diversos especialistas, isso está completamente invertido, porque mais importante do que trabalhar motivado, é ter disciplina. É a disciplina que traz recompensas e evolução na carreira ou na empresa. Ser motivado e alegre por si só não é o bastante.

Profissional disciplinado é aquele que separa o funcionamento externo dos sentimentos e mudanças de humor e entrega o que lhe é pedido.

A ausência de disciplina gera uma série de “muletas”, que é como chamo as justificativas para não entrega de alguma demanda. E aja criatividade pra inventar tanta “muleta” assim…

Motivação por si só não basta. O que conta é a disciplina. Você é disciplinado?

Me adicione no Facebook, no Instagram e no Spotify.

#BóraVoar?

É hora de colocar seu bloco na rua!

Então é isso: Carnaval acabou, a Mangueira ganhou, Veveta voltou, todo mundo sorriu.

É hora de colocar seu bloco na rua!

Se você é daqueles que postergou decisões para depois do carnaval, certamente perdeu tempo. Mas nem tudo esta perdido! 

A hora é agora! 

Quais as decisões você precisa colocar em prática para ter um ano vitorioso? 

Quantos livros irá ler? 

Quantos cursos vai fazer? 

Quanto de sua remuneração pretende guardar para o futuro? 

E aqueles velhos hábitos ruins que continuam ai na sua vida? Vai abandoná-los? 

Ah, e os sonhos: o que vai fazer para realiza-los? Eles só são de fato impossíveis quando a gente acredita que são de fato impossíveis. 

Não seja você mais um expectador da vida!

Fique atento: O ano passa numa velocidade cada vez maior. 

O que importa são duas questões:

  • A decisão de mudar e colocar em prática tudo que você sabe que precisa fazer;
  • A disciplina para se manter no rumo!

Em outras palavras, o sucesso pessoal e profissional está estruturado basicamente nestas duas questões: decisão e disciplina. 

Pensamento positivo ajuda sempre. Mas ter somente isto não vai te levar a lugar algum. 

Portanto, agora é a hora de colocar o SEU BLOCO NA RUA! 

Me adicione no Facebook, no Instagram e no Spotify.

#BóraVoar?

Como implementar a cultura de vendas

Não importa se, por exemplo, você trabalha numa loja, num escritório de advocacia ou numa fábrica. Da mesma forma que não importa se você trabalha na logística, no RH, no financeiro ou na área de vendas.

Se a empresa não está vendendo como deveria e, consequentemente o negócio não está indo bem, o futuro profissional de todos fica em jogo.

Sempre acreditei que todos numa empresa precisam ajudar, de alguma forma, a empresa a melhorar, a crescer, a vencer. Por que quando isso acontece, certamente todos ganham.

Uma auxiliar de serviços gerais que atende o cliente com aquela simpatia; o setor de logística que resolve todas as emergências com foco na satisfação do cliente; o profissional de vendas que se preocupa em entregar retornos rápidos e eficazes para seus clientes… tudo deve ser feito para agradar o cliente.

O nome disso é CULTURA DE VENDAS. As empresas bem-sucedidas, de forma consciente ou não, trabalham como este propósito: focadas em entregar uma experiência de alto nível para seus clientes. Vamos combinar, né? Não existe aberração maior do que aquela recepcionista mal humorada ou aquele atendente que destrata o cliente.

Acima de tudo: Todos numa empresa são responsáveis pelos resultados, independente do cargo em que ocupam.

Precisa de um auxílio para impulsionar suas vendas? Então conheça o VENDAS DE ALTO IMPACTO!

Todos os detalhes do treinamento Vendas de Alto Impacto, que é destinado a empresários, profissionais liberais, representantes comerciais e todo mundo que precisa melhorar resultados de vendas estão aqui.

Aproveite e me adicione no Facebook, no Instagram e no Spotify.

Resumindo… #BóraVoar!

PARE DE RECLAMAR DA FALTA DE VENDAS E TOME UMA ATITUDE!

Primeiramente: PARE DE RECLAMAR DA FALTA DE VENDAS, jogando a culpa no mercado, no Bolsonaro, no Temer, na Dilma…

Em outras palavras: Pare de terceirizar suas responsabilidades! O problema não é o preço não, o problema não é a concorrência.

O problema é que você precisa expandir seu campo de visão para conseguir enxergar o que fazer para vender mais.

Sinceramente, continuar fazendo as mesmas coisas vai garantir a você somente os mesmos resultados que você tem agora.

Mesmo na pior das crises sempre tem alguém vendendo enquanto a gente ta chorando. E quem consegue não é porque ta na hora certa ou com a pessoa certa. É porque sabe o que precisa ser feito para vender, sabe mexer no coração do cliente. E eu posso te ajudar: estou lançando o meu curso mais poderoso, mais impactante e com um conteúdo muito profundo. É o VENDAS DE ALTO IMPACTO, um curso digital de 6 semanas que vai te mostrar um método pratico e viável para aumentar suas vendas, independente do seu segmento.

Se você é empresario, vendedor, gerente, representante comercial ou profissional de liberal de qualquer ramo esse curso é pra você!

Me adicione no Instagram, no Facebook e no Spotify!

ACIMA DE TUDO, BóraVoar!

Treinamento é o investimento que rende os melhores juros!

Opa, aqui é o DIEGO MAIA!

Me responde uma pergunta: você está satisfeito com as suas vendas?

Vai por mim: um negócio não está crescendo, ou ele está encolhendo ou encolherá mais cedo ou mais tarde.

Em outras palavras, o único caminho do crescimento é aumentar suas vendas e sua conversão. E pra isso acontecer não é uma questão de sorte, de estar na hora certa com a pessoa certa.

É uma questão do quanto você sabe e de como você aplica o que você sabe junto ao seu cliente.

Você sabe que desde 2003 eu lidero o CDPV, uma escola de vendas que treina milhares de pessoas todos os anos.

E eu juntei todo o conhecimento prático e verdadeiro que aprendi durante esse tempo no meu mais novo curso. “VENDAS DE ALTO IMPACTO”.

Não é um curso de “como vender pelo facebook” ou “como usar o WhatsApp para vender”… nada disso, nada de bla-bla-bla!

É um curso do mundo real, das vendas reais. Ou seja, mostra o verdadeiro melhor caminho para fazer você, que vende 10, possa vender 11 no dia seguinte, por exemplo.

Certamente quem chega primeiro, bebe água limpa! Inscreva-se no curso “VENDAS DE ALTO IMPACTO”. Em seis semanas você elevará os seus resultados de VENDAS para um novo patamar.

Inscreva-se no curso “VENDAS DE ALTO IMPACTO” e em seis semanas você elevará os seus resultados de VENDAS para um novo patamar.

Além disso, os detalhes deste curso que é destinado a empresários, profissionais liberais, representantes comerciais e todo mundo que precisa melhorar resultados de vendas estão aqui!

Me adicione no Instagram, no Facebook e no Spotify!

Em resumo… #BóraVoar?

Conheça o treinamento “Vendas de Alto Impacto”

O ‘Vendas de Alto Impacto’ é, sem dúvida alguma, o treinamento de vendas mais completo do Brasil.

#VAI é fruto dos mais de 16 anos de experiência de Diego Maia à frente do CDPV. Este treinamento completo promove uma intensa revolução na atividade comercial de quem o faz.

É um curso digital que você faz em 6 semanas, diretamente no seu celular ou no seu computador.

O programa detalha os caminhos já percorridos, disseca as estratégias de vendas mais bem sucedidas. O #VAI também mostra passo a passo tudo o que você precisa fazer para atingir níveis incríveis de performance em vendas.

Todos os detalhes do treinamento “Vendas de Alto Impacto”, que é destinado a empresários, profissionais liberais, representantes comerciais e todo mundo que precisa melhorar resultados de vendas estão aqui.

Em resumo… #BóraVoar!

Baixe Grátis o novo livro do Diego Maia!

Opa, aqui é o Diego Maia 😉

Tenho uma super novidade para você: estou lançando o meu quinto livro!

Os 7 Princípios da Venda é um material profundamente revelador e de alta praticidade porque nele, eu detalhei tin-tin-por-tin-tin os princípios que embasaram a minha trajetória como vendedor, empresário, comunicador, escritor, palestrante, treinador… Foram estes os segredos que utilizei e utilizo para pavimentar minha história e conquistar uma vida que jamais havia imaginado. 

Eu aprendi e compilei estes princípios com os grandes vendedores da história mundial: empresários, gente da cidade, homens humildes, filósofos, vendedores de todas as vertentes e credos e até neurocientistas.

Então princípios disfarçados de condições, de rituais e métodos indispensáveis para a atividade mais importante de toda e qualquer empresa: a venda. Se você exerce alguma função que depende de resultados comerciais, esta é uma leitura necessária. Não importa se você é vendedor, empresario, gerente, dentista, nutricionista, empreendedor…

Mas peraí! Você deve estar se perguntando porque lançar um livro muito precioso gratuitamente na internet...

Ora… estou usando exatamente um dos pontos que detalho no livro: é dando que se recebe!

Bóra Voar?

José Marcos da MEDLEVENSOHN e o especialista imobiliário Mario Amorim mandam mensagem para Diego Maia

Você, ouvinte e parceiro, sempre me acompanha, logo sabe o porquê de tanta comemoração. Há 10 anos atrás, no dia dois de fevereiro, o “Mundo Empresarial” entrava no ar na extinta MPB FM do Rio de Janeiro.

De lá pra cá muita coisa aconteceu. Em outras palavras, o mundo girou e estou feliz da vida na Antena 1.

Nos últimos dias, muita gente tem mandado mensagens de parabéns, o que tem me deixado muito feliz. Como José Marcos, CEO da MEDLEVENSOHN e do SUPER SAUDÁVEL SHOPPING, e também o Mario Amorim, um dos maiores especialistas em mercado imobiliário.

Só tenho a agradecer por ter pessoas assim no meu caminho, porque são essas parcerias que me motivam!

Quer falar comigo? Mande mensagem para o meu WhatsApp, assim você me conta seu case e ainda pode aparecer no meu programa.

Me adicione também no Instagram, no Facebook e no Spotify!

#BoraVoar🚀

Tempos de desespero exigem atitudes rápidas e ponderadas

Elaine é empresária do ramo de decoração de interiores e escreve da linda cidade de Cabo Frio, Rio de Janeiro. Ela diz:

“estamos a ponto de tomar uma decisão que todo empreendedor teme: fechar as portas de nossa loja. Nossa empresa está altamente endividada; aluguéis, telefones, folha de pagamento e faturas de fornecedores são pagas com atraso. Estamos sufocados e vivendo das poucas vendas que entram.

Nos sentimos como se tivéssemos comprando dívidas! Temos a opção de sublocar o espaço de um amigo ou simplesmente fazer atendimento externo como já fizemos, o único medo é não ter um showroom para apresentação dos produtos e, assim, não transmitir uma imagem profissionalizada ao nosso cliente. O que fazer?“.

Elaine, não conheço um único empreendedor que se sente a vontade com a possibilidade do retrocesso. Mas uma boa parcela deles descobriu maneiras de lidar com a decepção e reversão, quase sempre de forma instintiva.

A dificuldade é maior quando um problema ameaça não apenas a sobrevivência de sua empresa, mas também o seu bem-estar mental.

Tempos de desespero pedem medidas ponderadas e rápidas. Estancar a sangria deve ser a prioridade, junto com a geração de novas vendas. Uma ação está interligada a outra: ninguém consegue vender com a cabeça cheia de problemas.

Mas Elaine, não sinta pena de si mesma. É que isso é uma tendência natural depois de ter sofrido um revés.

Jamais culpe os que te rodeiam pela bagunça que você se meteu, mas também nada de acreditar que você é uma vítima. Você não é a primeira empresária a sofrer um grande revés e com certeza não será a última.

Pense nisso e me adicione no Instagram!

É o cliente que paga nossos salários

Não sei com você, mas eu perco a paciência e fico muito insatisfeito quando um atendimento demora; quando tenho que repetir uma solicitação para várias pessoas e principalmente quando um atendente me dá informações erradas ou incompletas.

Confesso que tenho vontade de matar um!

Precisamos de uma vez por todas entender que é o cliente que paga os salários de todos numa empresa. E, dado a tamanha importância, ele dever ser visto como o mais importante da história. Sem clientes, nada existe.

Leia também: Como encantar clientes

Conquistar e manter clientes são tarefas das mais difíceis para qualquer empresa. Eles estão cada vez mais exigentes; a concorrência está a poucos cliques…

Tratar o cliente adequadamente é básico, embora a maioria das empresas não proceda sequer assim.

Leia também: Descomplique a vida de seu cliente

Ganha a atenção e principalmente a  fidelidade do consumidor quem fizer o básico sempre, mas que eventualmente promova alguma surpresa.

Quer melhorar seus resultados comerciais e vender mais? Me chama! Aproveite e me adicione no Facebook e no LinkedIn.

Como atrair clientes e diferenciar sua empresa da concorrência?

Leandro escreve: “Trabalho no ramo de ar condicionado com manutenção, instalação e vendas de equipamentos. Nesses últimos três meses o movimento tem sido muito fraco… Estamos 30% abaixo do faturamento médio… O telefone não toca, os clientes estão cancelado os contratos de manutenção, as negociações estão bem difíceis. O que podemos fazer para melhorar esse cenário? Anúncios são investimentos sem retorno garantido, na internet você mal digita a palavra “ar” e aparecem zilhões de opções… O que fazer? Minha empresa tem 27 anos, e eu aqui trabalho há 9.

Leandro, eu atuaria em duas frentes: uma dedicada a atrair clientes e a outra dedicada a diferenciar seus serviços. Ambas com ações fortes e estruturadas.

1o >> Se sua empresa não pode ser achada na primeira página do Google quando um cliente digita “ar condicionado”, ela não existe. Pelo menos para a maioria das pessoas. Então, arregace as mangas, estude e direcione esforço financeiro e intelectual para se posicionar  na primeira página. Tem como fazer isso com pouco investimento!

2a >> O que um cliente busca quando o assunto é ar condicionado? Respondo por mim: Que o ar esteja esteja sempre funcionando e que nunca dê pane. Que tal diferenciar sua proposta propondo um “Test Drive” gratuito de manutenção por 30 dias? Estou certo de que muitas empresas topariam testar. E se gostarem, certamente efetivarão o contrato. Outra frente simultânea que eu executaria é esta: se a concorrência dá atendimento em 24horas após abertura de chamado, proponha 12h. Se dão 12h, proponha 6h. É claro que você precisará de uma logística afiada e um time comprometido e que nada disso é fácil.

Mas fique atento: somente as empresas capazes de se diferenciar de verdade sobreviverão a estes tempos de vacas magras.

Aceita que dói menos…

Aceita que doi menos - Batman - Robin - Diego Maia

Um comportamento maligno no ambiente corporativo é quando o profissional rejeita feedbacks. Ou quando um colega, ou o líder, ou o cliente fala: “Fulano, você precisa melhorar isto ou aquilo”. E o camarada responde: “É. Eu sei”. Mas não age para mudar.

Quando encontro esta situação tenho a maior vontade de perguntar: “Se sabe, por que não faz?

Receber feedbacks é um instrumento valioso para a melhoria de nossa performance. Ele nos permite saber o que ocorreu bem e o que precisa ser melhorado. Sem feedback – ou melhor, sem acatar os feedbacks – desenvolvemos maus hábitos que reduzem tanto a nossa eficácia, quanto a nossa eficiência. 

Você pode se achar inteligente demais, auto-suficiente, que consegue fazer tudo sozinho…. Só não pode achar que sabe de tudo, porque quando isto começa a acontecer, é sinal de que – no fundo, no fundo, não sabe de nada.

Todos nós podemos fazer melhor, e para melhorar precisamos de feedbacks.

Se seu gestor não tem este hábito, pergunte a ele no que você pode melhorar. Este é mais um caminho incrível para o sucesso profissional e pessoal.

 

Encare os problemas como oportunidades

Tem gente que quando erra e é penalizado por seu erro, “cai atirando”, falando mal de tudo e de todos.

Outros se condenam e se penalizam tanto que machucam não apenas a sua alma, mas a sua tão necessária motivação diária.

Outros se vitimizam e por vezes se tornam escravos de sua própria vitimização.

Precisamos entender que ERRO é pra ser cometido e aprendido. E, claro,  não para ser repetido. Precisamos ficar sempre alertas e assumir o compromisso de errar erros novos, conscientes de que erraremos sempre…

Dito isto, reforço: não importa qual seja a situação, identifique os aspectos positivos e de aprendizado e siga em frente.

As pessoas felizes com sua vida e realizadas em seu trabalho vêem tudo como uma oportunidade – para o crescimento, para a mudança, para a inovação. Mesmo no erro, mesmo na cena triste.

É você quem decide: quando há um problema você vê oportunidades e o transforma em vantagens ou continua sendo vítima propagando as mas práticas, condenado a desmotivação.

A gênia Cora Coralina tem uma frase muito adequada para este nosso momento: “Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir.

O perfil do vendedor atual

Meu amigo, você quer vender mais e melhorar o desempenho na hora de lidar com seus clientes? Primeiro você tem que ter em mente que ninguém nasce vendedor, mas gostar e ter paixão de servir as pessoas devem ser condições de um aspirante a vendedor. Afinal, tudo feito com vontade gera resultados muito mais significativos.

Outra característica fundamental é a sua capacidade de comunicação. Você deve ser paciente e atento ao cliente. Fale com clareza, naturalidade, mas com convicção e interaja. Saiba o momento certo de abordá-lo com gentileza, mostrando os benefícios do seu produto ou serviço e, principalmente, porque o comprador deve fechar negócio com VOCÊ.

Tente desenvolver ao máximo suas habilidades para entender o comportamento dos clientes. É preciso que você consiga interpretar as necessidades deles e aprenda conviver com pessoas diferentes, tornando-se capaz de vender para qualquer tipo de cliente. Detectar as preferências dos consumidores assim que entrar em contanto com eles e descobrir o que oferecer, usando o melhor argumento são algumas das ferramentas que você poderá aprender.

Vender é essencialmente atitude. Querer vender faz muita diferença no trabalho. Tenha atitude positiva, metas desafiadoras e mostre esforço e determinação.

Pense nisso e me adicione no Facebook!