AMAZON PAGARÁ US$ 5 MIL A FUNCIONÁRIOS QUE SE DEMITIREM

É muito mais barato custear o desligamento de um funcionário improdutivo do que mantê-lo.

Em sua carta anual para os investidores, a gigante americana Amazon expôs alguns de seus novos programas de metas, apresentou suas estratégias para continuar crescendo e renovou suas antigas promessas. Até aí nada de novo, tudo igual ao que todas as empresas inovadoras fazem.

Mas tem um ponto super curioso no texto assinado pelo mitológico fundador Jef Bezos. É o item chamado “Pagar para Demitir”, no qual uma vez por ano a companhia dá a oportunidade de seus empregados se demitirem – e receberem um pagamento adicional por isso.

A Amazon se propõe a pagar US$ 5 mil adicionais para quem quiser ir embora. Isso porque ela quer ter certeza de que só pessoas dispostas a trabalhar e a se comprometer permaneçam. 

Na carta para os investidores, o CEO declara: “Nós esperamos que eles [os funcionários] não aceitem essa oferta; nós queremos que fiquem. Por que nós fazemos essa oferta? Nosso objetivo é encorajar nossos funcionários a pensar no que eles realmente querem. A longo prazo, a permanência de um funcionário em um lugar no qual ele não quer estar não é saudável tanto para ele mesmo quanto para a companhia”.

A sacada é genial. O que mais a gente encontra nas empresas brasileiras é gente que não quer trabalhar e não pede as contas  “pra não perder os direitos”. E fica enrolando, fazendo hora, trabalhando nas coxas’.

Tem empresário que não manda embora pois entende que o custo de demitir alguém é premiar a incompetência.

Mas numa análise fria,  é muito mais barato custear o desligamento de um funcionário improdutivo do que mantê-lo. Afinal, manter o desmotivado pode acarretar num prejuízo muito maior com a perda da produtividade, com o mal atendimento ao cliente e com a aglutinação de pensamentos e ações negativas.

Sem falar no poder fenomenal que um desmotivado possui para reunir pessoas pro “time do contra”… ô alma sem luz :-).

Pense nisso e me adicione no Facebook. 

Powered by Rock Convert

Veja pode se interessar também por estes posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.