Como gostar mais do seu trabalho?

Não existe trabalho muito ruim, não existe trabalho muito bom. O que diferencia é a sua atitude!

Veja se não é assim: a gente passa a maior parte do nosso tempo útil trabalhando. A gente quando vai pra casa, pensa no trabalho e com a tecnologia evoluída do jeito que está trabalha até deitado na cama, pelo smartphone ou tablet.

Acho que só gostar do que faz não basta. A gente tem que curtir muito, ir todos os dias para o trabalho com a mesma sensação, com o mesmo entusiasmo do primeiro dia.

Quando este entusiasmo e esta paixão deixam de existir, é hora de partir para outra. Porque não dá para levar a vida sendo forçado a trabalhar com algo que não gostamos só para pagar as contas no final do mês.

Nenhum trabalho é, por assim dizer, tão ruim que não possamos aguentar!

Sinceramente falando, nem tão bom como nas startups dos Estados Unidos.

O problema, sempre é, a nossa ATITUDE perante o trabalho. Pode ser o trabalho dos sonhos, mas se você é daqueles que posta no Facebook domingo a noite frases como “ai, amanha vai começar tudo de novo, mais um dia de guerra, de batalha…” não tem trabalho que você vai gostar.

Eu sei que os problemas existem, que as situações nunca são bonitas como a gente imagina, que recebemos pressão por todos os lados… mas veja só:

“Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamás”.

Se você não pode mudar o seu destino, não ganhou na mega sena ou não tirou a sorte grande, tente ao menos mudar a sua atitude perante o trabalho – seja ele qual for.

Acabei de publicar no meu Instagram três ideias que podem ajudar você a gostar mais do seu trabalho.

Então me siga no Facebook, no Instagram e no Spotify.

BóraVoar?

Diego Maia é um dos palestrantes de vendas e motivação mais contratados do Brasil, com atuação também em Portugal, Argentina e Estados Unidos. Leve Diego Maia para sua convenção de vendas!
Solicite uma cotação clicando aqui!

Veja pode se interessar também por estes posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.