Fazer carreira fora do Brasil…

É bem verdade que o Brasil está recebendo uma quantidade enorme de profissionais de outros países. As oportunidades por aqui estão em alta e falta mão de obra qualificada e preparada.

Mas tem muita gente deixando o país com o foco de fazer a vida no exterior e seus destinos não se restringem a Europa e Estados Unidos.

Além de ser uma atividade promissora, há oportunidade de conhecer outras culturas, aprimorar a fluência em um outro idioma, turbinar a carreira e, claro, fazer uma boa poupança.

Entre os países em alta podemos facilmente encontrar Canadá, Nova Zelândia  e Emirados Árabes Unidos. O menor salário é de R$ 2 mil. E o mais alto, considerando apenas funções operacionais, chega a R$ 12 mil mensais. Em Dubai, pelo que apurei, os salários são líquidos de impostos. Ou seja: limpinho, limpinho na sua mão.

Segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), 65,8% dos jovens entre 14 e 35 anos querem ter uma experiência fora do Brasil; um dos motivos é a possibilidade de incremento do currículo com uma experiência internacional.

A jovem carioca Cristiane Wanderley, de 38 anos, moradora do Engenho Novo criou coragem, fez as malas e partiu para Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Ela irá trabalhar em luxuoso hotel com todas as despesas pagas pelo empregador como a passagem aérea,  visto de trabalho, acomodação e alimentação durante toda a vigência do contrato.

Dentre os setores que mais contratam estão hotelaria e turismo, que buscam enlouquecidamente pessoas para exercer funções como  Barman , Barista , Cozinheiro, Garçom, Recepcionista e Passador de carnes.

Quem domina o inglês sai na frente. As empresas pagam melhor para quem tem fluência. Uma agência brasileira cujo site é www.empregosemdubai.com.br diz operar pelo menos 500 vagas todos os anos. E este número tende a crescer.

Se você está pensando neste assunto, pesquise, planeje e crie coragem. Além de uma grande experiência, pode ser realmente agregador.

Sucesso!

Veja pode se interessar também por estes posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.