Ao gestor não cabem decisões convenientes

Um gestor precisa pensar sempre na saúde da empresa.

Powered by Rock Convert

Rosane estava com dó no coração, mas teve que mandar embora um funcionário muito querido que ocupava a posição de gerente de sua empresa. Há algum tempo ele vinha fazendo coisas ruins.

Perdeu a moral com os funcionários, tomou iniciativas condenáveis, aprovou orçamentos prejudiciais e deficitários… parecia uma avalanche de situações tristes e comprometedoras.

Só que ele vestia a camisa, defendia a empresa com unhas e dentes, parecia ter se encontrado.

Será que Rosane fez certo em demitir? Não seria melhor relativizar as situações em prol de alguém que veste a camisa?

Powered by Rock Convert

Minha opinião é direta: ao gestor não cabem decisões convenientes. Mas, sim, decisões rápidas e corretas que garantam a saúde da empresa.

Erros acontecem, falhar é humano. Mas quando o erro pode abalar as estruturas, precisa ser corrigido logo e rápido. Ainda mais quando se trata de um cargo gerencial.

Já vi estes filmes muitas vezes. Tem muita gente que veste a camisa, mas faz gol contra… Aí complica. Estamos vivendo um cenário de alta competitividade. Procrastinar decisões como esta posicionam a empresa no caminho certo para o fracasso.

Agora é recuperar o tempo perdido, resolver os problemas deixados pelo antigo gerente e focar.

É difícil mesmo. Mas quem te falou que seria fácil montar uma empresa, mentiu.

Quer receber meus podcasts em primeira mão? Assine meu canal gratuitamente no Spotify.

#BóraVoar?

Diego Maia é o palestrante de vendas e motivação mais contratado do Brasil, com expressiva atuação em Portugal. Recentemente foi eleito um dos 10 maiores influenciadores de vendas do país.

Contrate uma palestra do Diego Maia para sua convenção de vendas: faça sua cotação clicando aqui



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.