O medo da mudança

Trabalhar no que não gosta, para mim, é a nova forma de escravidão.

O medo da mudança

Uma ouvinte escreveu compartilhando algo que com certeza muita gente vai se identificar: o medo da mudança.

Ela conta que não está mais feliz no trabalho, não concorda mais com os chefes, com as diretrizes da empresa, mas tem medo de jogar a toalha por conta da segurança que sente com o que faz, e com receio de encarar o mercado de trabalho por já ter quase 50 anos.

Leia também: Recolocação profissional após os 50 anos

Olha, trabalhar no que não gosta, para mim, é a nova forma de escravidão! Mas também não dá pra jogar tudo para o alto sem ter o mínimo de segurança com o novo caminho.

Antes de tomar qualquer decisão, aja:

Powered by Rock Convert

1- Tenha uma reserva financeira que lhe permita este tipo de ousadia. Imagine se  você tivesse conseguido guardar 10% de tudo que você ganhou na vida! Poderia até estar parando de trabalhar sem depender de aposentadoria.

2- Se quer sair, ative sua rede de contatos fale com as pessoas que podem conseguir te auxiliar numa recolocação; mas antes, abra o jogo com o seu atual chefe.

Leia também: Mudança de cultura ou cultura da mudança?

3- Por último, esteja no LinkedIn. É uma rede social indispensável para mostrar o seu potencial e descolar oportunidades de trabalho.

Lembre sempre que estabilidade é uma ilusão e que se você quiser de verdade ter êxito profissional, precisa gostar do que faz.

Aproveite e me adicione lá no Facebook e no LinkedIn.

Veja pode se interessar também por estes posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.