Como fazer o cliente te procurar?

Primeiramente, você sabe como fazer o cliente te procurar?

Com ventos favoráveis ou nem tão favoráveis assim, é sempre importante pensar em como ampliar os resultados de sua empresa.

E isto vale para todo tipo de negócio. De uma clínica médica a, por exemplo, um distribuidor de alimentos. De uma farmácia a escritório de advocacia.

Que ações simples ou com baixo custo podem fazer o cliente procurar você? Pra toda ação existe uma reação. Quer ver só?

Estar mais perto do cliente é ação de ordem para quem não quer perdê-lo para a concorrência. Ligar hoje para os clientes que não compram de você há 6 meses pode desencadear uma série de novos pedidos.

Mas tem que ser uma ligação ao estilo “prestação de serviços” e não com a sensação de que quer vender alguma coisa. Por exemplo: se meu dentista ligasse hoje dizendo que já passei do prazo para fazer uma revisão, eu agendaria uma consulta instantaneamente.

Da mesma forma que se a minha loja preferida de roupas ligasse hoje dizendo que chegou uma nova coleção de camisas sociais e dizendo que estou sumido, eu iria lá muito rapidamente.

Se a loja de informática que costumo comprar equipamentos me telefonasse apenas para perguntar se estou precisando de algo, eu mandaria vir um mouse óptico sem fio com urgência.

Se meu agente de viagens fizesse contato comigo hoje, eu pediria algumas cotações tendo em vista minhas próximas férias.

O problema é que estas pessoas e empresas não ligam. Não ligam pra mim, nem pra você.

Para se destacar, empresas e profissionais certamente precisam se antecipar às demandas e cavar oportunidades. Precisam deixar de lado a passividade e ir buscar o cliente, que está cada vez mais sem tempo.

Portanto, algo precisa ser feito se você pretende se destacar e ganhar mercados.

Me adicione no Facebook, no Instagram e no Spotify.

#BóraVoar

Descomplique a vida de seu cliente

As pessoas estão muito ocupadas. A tecnologia, que poderia ser um caminho para que não estivéssemos tão mergulhados em tarefas, age ao contrário.

Parece sempre que temos mais trabalho, mais coisas pendentes, mais um monte de aplicativos para administrar….

Esta é a realidade, quer a gente queira ou não.

Então qual é o trabalho das empresas? Ou melhor, o que as empresas, profissionais liberais e prestadores de serviços devem fazer diante desta situação?

Não complicar a vida do cliente.

Leia também: Superar as expectativas dos clientes é imprescindível 

É dever das empresas reduzir a complexidade, focar o que é relevante e facilitar as coisas.

É muito desagradável para um cliente ter que se adequar àquilo que a empresa pensa que é o correto, como por exemplo, obrigá-lo a preencher infindáveis formulários, providenciar cópias e mais cópias de documentos, visitar diversos postos de atendimento ou fazer qualquer coisa parecida quando ele precisa resolver um problema.

Leia também: Afinal o que o cliente quer? Preço ou qualidade? 

É o cliente que paga os salários de todos em uma empresa. Nós não podemos esquecer disso jamais!

Aproveite e me adicione no Facebook e no LinkedIn.

Promova a experiência e faça o cliente feliz

Os clientes estão cada vez mais exigentes e as empresas precisam correr para se adaptar a essa nova realidade.

A pergunta imprescindível nestes períodos turbulentos é essa: O que fazer para oferecer a melhor experiência de compra para o meu cliente?

Ele, o cliente, não se contenta mais com o pouco, com o básico, com o normal. Ele quer ser surpreendido, quer ter a melhor experiência na hora da compra. Já não é suficiente dar aquilo que ele precisa. É preciso dar aquilo que ele quer.

Pare para pensar nas empresas que você ama de coração. Pode ser uma lanchonete que tem um ótimo atendimento, uma marca de roupas que é boa, bonita e barata, ou uma livraria on line que sempre dá o frete grátis.

Sabe o que essas empresas têm em comum? Elas estão sempre buscando facilitar a vida de seus clientes. Elas se perguntam constantemente no que elas podem melhorar para tornar a experiência de compra mais agradável. É ai que elas saem na frente das outras. Elas tratam o cliente como prioridade número um.

As pessoas não querem ficar esperando no telefone para resolver um problema, ou ter que transferir a ligação para outro departamento. Hoje a coisa funciona assim: Os clientes estão cada vez mais exigentes e as empresas precisam correr para se adaptar a essa nova realidade. Antes que o seu concorrente faça isso primeiro.

Promover EXPERIÊNCIA está deixando de ser um plus e está se tornando necessidade imediata. Cliente tem memória. O que você quer que o seu cliente pense sobre você e sua empresa, seja um consultório medico, uma loja de roupas ou uma distribuidora de cosméticos?

Aproveite para me adicionar no Facebook e no Linkedin.

Inovar em meio à crise é uma necessidade

Em tempos competitivos, todos nós, consumidores, buscamos economizar, fazer boas escolhas financeiras e aderimos com muito mais força às promoções como um todo.

É por isso que ações como ‘pague 1 e leve 2’ funciona quase sempre; é por isso que  os shoppings no final de ano ficam com enormes filas para trocar os cupons fiscais pelos cupons de sorteios de carros e viagens.

Um dos principais legados de qualquer crise é ensinar a necessidade de inovar e surpreender o cliente. Quem insiste em fazer o mais do mesmo fica no lugar comum, quando muito. Da grande a micro, todas as empresas precisam fazer coisas diferentes.

Leia também: Ações que fazem o cliente procurar você

Eu vibrei quando vi um novo produto da companhia aérea TAP, que chama “Portugal Stopover”. Olha que sacada: a ação concede ao cliente a oportunidade de visitar dois lugares pelo preço de um! Em uma passagem para Londres ,por exemplo, é possível ficar em Lisboa ou no Porto por até 5 dias sem pagar nada a mais nas passagens.

O programa TAP – Portugal Stopover  oferece ainda descontos em hotéis, restaurantes e estadia. Tem até 1 garrafa de vinho como cortesia nos restaurantes conveniados.

Esta é ou não é uma ação que traz um impacto positivo na vida das pessoas?

E sua empresa? O que tem feito para inovar e se diferenciar da concorrência? Conta lá no meu Facebook .

 

MasterClass de Vendas reúne centenas de gestores no CDPV

Masterclass de Vendas reúne centenas de gestores no CDPV

A tão aguardada MasterClass de Vendas idealizada e apresentada por Diego Maia – presidente do Grupo CDPV, recebeu centenas de vendedores, gestores e empresários dos mais diversos segmentos do mercado para um dia inteiro de imersão e aprendizado. Todos os presentes estavam unidos por um único objetivo: aumentar as vendas de forma consistente mesmo em períodos turbulentos.

Diego Maia mostrou que para crescer e vender mais é preciso sair do pensamento de escassez e focar em proporcionar a melhor experiência de compra para seu cliente:

“Hoje o que vale é a experiência do cliente e o lucro é a consequência natural disso. A experiência é mais do que o produto em si, as pessoas voltam quando a experiência fica com elas. Essa é a solução que a gente deve buscar”.

Cindy Silva, gestora da Conceito Decor, foi impactada pelo conteúdo que Diego Maia trouxe:

“Eu sou muito fã do Diego Maia, a Masterclass de Vendas está sendo um divisor de águas na minha vida, uma experiência incrível. As técnicas que ele está apresentando vão melhorar meus resultados, sem dúvida! Eu já estou com o gás total. É uma energia muito boa, ele é muito experiente e fala com firmeza tudo que sabe.”

A MasterClass de Vendas trouxe um conteúdo exclusivo e poderoso que é facilmente entendido e adaptado seja qual for o seu setor. Os participantes tiveram acesso a dezenas de práticas e ferramentas que podem ser facilmente implementadas no dia a dia do seu trabalho.

Diego Maia e o Grupo CDPV têm como principal função ajudar pessoas e empresas a vender mais:

“A MasterClass de Vendas é para quem precisa vender mais. É para quem precisa entregar resultados. Se a gente fica restrito a essa zona de conforto, você vai ter, no melhor dos cenários, o mesmo resultado que você tem hoje”, comentou Diego.

Valter Costa, da Bras Infor Informática, disse que seus resultados tendem a melhorar exponencialmente depois da MasterClass de Vendas:

“Tudo que eu vim buscar eu consegui achar aqui no Masteclass do Diego Maia. Sem sombra de dúvidas eu vou melhorar meus resultados, segunda-feira já vou adotar essas práticas. São situações importantíssimas, mas que eu deixava escapar. São pequenas coisas que se você ajustar, você pode aumentar suas vendas e sua produtividade”.

A MasterClass de Vendas foi dividida em diversos temas, dentre eles: mente próspera, Experiência, Postura ativa, Cultura de vendas, Máquina de vendas, Prospecção e ações. Tudo que foi apresentado foi estudado e baseado em mais de 15 anos de experiência de Diego Maia no mercado de vendas e seus treinamentos já ajudaram centenas de empresas pelo Brasil.

Quer aumentar as vendas de sua empresa de forma consistente?

Clique aqui e leve Diego Maia para a convenção de vendas de sua empresa e contrate o melhor palestrante de vendas do Brasil!

Como implementar pesquisas de satisfação de clientes

Como implementar pesquisas de satisfação de clientes

Eu sempre recomendo a líderes e empresários que executem uma forma consistente e periódica para ouvir o cliente, quer seu negócio seja um comércio de roupas, uma fábrica de sabão ou um centro de beleza.

O que o cliente acha sobre sua empresa? Sobre o preço? Sobre a execução da compra? Sobre o atendimento?

Tomar decisões e conduzir negócios baseado no argumento “eu acho que o cliente acha isso” pode ser um ótimo caminho para o… fracasso.

Continuar lendo

A empresa caótica

A empresa caótica

Pra mim, não tem nada mais assustador do que não receber resposta a um pedido de cotação ou esperar dois dias para receber uma proposta aparentemente simples.

Acho caótica uma empresa que demora em atender a demanda de seus clientes – principalmente quando o assunto está relacionado a compra de produtos ou serviços.  E acho que a maioria das pessoas que me ouve também pensam assim.

Leia também: Como encantar clientes

“Tanta empresa precisando vender e a sua demorando em atender pedidos receptivos”.

Muitas vezes, a dificuldade de vendas de uma empresa não é nem a falta de clientes. Mas a morosidade em atendê-los.

Continuar lendo