O bom funcionário abençoa a empresa em que trabalha!

Destacado

Tudo tem mudado rapidamente: a tecnologia, a forma de fazer negócios, o modo como as pessoas se relacionam

O mundo está ficando menos previsível do que era.

Algumas coisas como a demografia e o crescimento populacional, ainda são relativamente fáceis de prever. Mas pelo jeito que as coisas andam, não é possível ter qualquer certeza de como será no futuro a relação entre empresa e funcionário.

O poder hoje está na mão dos funcionários e não mais na mão dos patrões como no passado. Isso faz parte da evolução e é louvável.

Mas percebo que nos últimos anos essa relação funcionário-empresa tem se deteriorado, gerando perdas para todos…

Num passado recente, muito mais gente nutria um alto nível de apreço por seu local de trabalho. Hoje, as reclamações, as críticas destrutivas e a negatividade predominam.

É pra mim quase uma maldição que trava o crescimento das empresas!

Funcionário que joga ou torce contra a empresa ou o chefe, não entende que ele faz parte do mesmo time, com ou sem reconhecimento, com ou sem salário bacana, com ou sem incentivo. É tão surreal que é o mesmo que torcer pro seu time de futebol perder.

O bom funcionário abençoa a empresa em que trabalha, pois é dessa empresa que ele leva o pão para sua casa.

Quer receber meus podcasts em primeira mão? Assine meu canal gratuitamente no Spotify.

#BóraVoar?

Diego Maia é o palestrante de vendas e motivação mais contratado do Brasil, com expressiva atuação em Portugal. Recentemente foi eleito um dos 10 maiores influenciadores de vendas do país.

Contrate uma palestra do Diego Maia para sua convenção de vendas: faça sua cotação clicando aqui

Líder cabeça-dura

Em equipes gerenciadas por um líder “cabeça-dura”, quando um problema acontece é um escândalo. Ele vai atrás do culpado e não da solução. 

Sou partidário da cobrança, da penalização para erros reincidentes e graves. No entanto, a sacada de hoje é levá-lo a compreender  que problemas podem ser fontes inesgotáveis de aprendizado. 

Aconteceu um problema? Alguém falhou? Primeiramente, pare o grupo e tente identificar 4 questões: 

  • O que deveria acontecer? 
  • O que aconteceu? 
  • Quais são as melhorias necessárias para que a falha não se repita? 
  • O que pode ser feito para melhorar da próxima vez? 

Isto é ser um gestor de qualidade, daqueles que contribuem para o desenvolvimento da equipe e não apenas destroem a sua motivação e enterram o entusiasmo. 

Para ser um gestor melhor precisamos, acima de tudo, ter mente aberta para entender o que pode ser mudado e sabedoria para compreender que cada profissional tem o seu time, tem o seu estilo. As pessoas precisam é de DIREÇÃO e não de broncas. 

Quer receber meus podcasts em primeira mão? Assine meu canal gratuitamente no Spotify.

#BóraVoar?

Diego Maia é o palestrante de vendas mais contratado do Brasil, com expressiva atuação em Portugal. Recentemente foi eleito um dos 10 maiores influenciadores de vendas do país.

Contrate uma palestra do Diego Maia para sua convenção de vendas: faça sua cotação clicando aqui

Liderança é mais comportamento do que técnica

Primeiramente, não importa se você está conduzindo, por exemplo, uma cidade, uma empresa, um departamento, uma equipe, uma igreja. Não importa se você está conduzindo uma família… liderança certamente não tem nada a ver com o título, currículo ou posição.

Você pode ser o presidente de um país ou o CEO de uma empresa de grande porte, por exemplo, mas não ser um grande líder. Na verdade, a liderança tem tudo a ver com o COMPORTAMENTO.

Por exemplo…

Continuar lendo

Habilidades indispensáveis para um líder de sucesso

Liderar não é nada fácil. Liderar exige paciência, disciplina, humildade e comprometimento. Para você se tornar um líder, deve primeiramente ser equilibrado e deixar o estresse de lado no trato com as pessoas.

O líder de verdade impulsiona seus colaboradores, encoraja, estimula para que tudo dê certo e para que o trabalho seja feito da melhor forma possível. É preciso que o líder goste do que faça e acredite na sua equipe.

Um bom líder inspira outras pessoas, tem uma conduta ética e é íntegro. Para ele, tomar decisões não é problema algum e identificar e desenvolver talentos é tarefa fácil. Sua capacidade de influenciar é imensa e não se deixa abater por problemas emocionais. Além disso, ele não é arrogante nem prepotente.

O líder exemplar sempre compartilha informações e não se apropria de resultados que seus colaboradores alcançaram.

Uma empresa que tem um líder de verdade, com essas características, aumenta a sua produtividade, gera um ambiente de trabalho legal e retém talentos, já que não tem um “mala” pegando no pé o tempo todo. Acredito que não exista líder por natureza, as características de liderança são desenvolvidas ao longo do tempo pelo indivíduo.

E você? Considera-se um líder ou está no processo?

Conecte-se comigo: me adicione no Instagram clicando aqui.

Líder nasce pronto?

Frequentemente me perguntam se é possível treinar as pessoas para que sejam líderes eficazes ou se os melhores e verdadeiros líderes já nascem prontos. Este também é um assunto que rende aulas e aulas em faculdades e MBAs e sempre é pauta de conversas em botequins e jantares corporativos.

Mas esta discussão é a menos importante. O que importa mesmo, para quem está na linha de frente contratando, decidindo, dispensando, reportando, emitindo relatórios, atendendo demandas e, acima de tudo, sendo pressionado por resultados, é o que fazer para ser cada vez mais eficiente e viver com mais qualidade.

E para as empresas, o que importa mesmo não é se fulano nasceu líder ou se tornou líder. Mas, sim, ter a certeza de que esta pessoa possui comportamento, habilidades e atitudes indispensáveis para levar um negócio ou uma equipe ao sucesso.

Então, qual é a resposta para a pergunta central?

Existem traços de liderança que são inatos, que vêm com a gente, que estão no nosso DNA. Alguns podem ser desenvolvidos com treinamento, outros com a ajuda da experiência. Mas um líder que não gosta de lidar com pessoas, por exemplo, está no lugar errado! Afinal, nada nas empresas é mais importante que as pessoas.

Ninguém nasce líder. Mas tem uma característica que revela plenamente quem tem mais chances de ser um líder de sucesso: é a postura de eterno aprendiz. Isto mesmo!  Ser um eterno aprendiz classifica muito as pessoas, até porque um líder que acha que já sabe de tudo, no fundo, no fundo, não sabe de nada.

Construa uma Liderança de sucesso

É tarefa de todo empresário ou gestor ajudar a manter um clima agradável no ambiente de trabalho.

Outro dia conversando com alguns especialistas em gestão, cheguei à conclusão que, via de regra, as pessoas são atraídas para uma empresa pelo perfil e pela remuneração, mas saem geralmente pelo ambiente. O mau chefe costuma ser motivo de saída do trabalho.

Por isso, estou certo de que manter um clima positivo, de confiança, é um grande fator de motivação dos colaboradores.

Leia também: Três erros que até os melhores líderes cometem

Mas como, na prática, fazer isso?

Um bom caminho é manter as pessoas informadas sobre tudo o que acontece com o negócio, com todas as novidades. Isto evita fofocas, intrigas e boatos, o famoso “disse-me-disse”. Estabeleça regras de comunicação com o seu time, seja ele pequeno, médio ou grande. Isso pode ser feito num café da manhã semanal, num boletim informativo impresso em impressora simples mesmo, num ambiente on line, numa comunidade virtual.

Outro fator que afasta bons funcionários é a ausência de oportunidades na empresa. Por isso, criá-las é importante. Se não cria, perde porque as pessoas precisam crescer e vão buscar isso em outros lugares.

Leia também:

Fui promovido a um cargo de liderança… E agora?

As 5 bases da liderança

Onde seus funcionários poderão chegar se abraçarem a causa, o projeto? Ofereça estas oportunidades a eles!

Conheça a certificação CDPV LAP – Líder de Alta Performance. Uma Formação em liderança diferente de tudo que você já viu, criada para ajudar você a chegar aos topo.

Conecte-se comigo: Facebook | Instagram | iTunes | SoundCloud | Linkedin

 

Como construir um time de alta performance?

Marco Antonio escreveu perguntando o que deve fazer para se tornar um gestor melhor e mais respeitado pela equipe. Ele diz que não consegue tirar a apatia das pessoas, que fazem apenas o que precisa ser feito – quando muito. Não criam, não trazem novidades. Pede socorro!

Marco, o primeiro passo é identificar se essas pessoas possuem realmente o perfil e as competências necessárias para fazer o que elas estão fazendo. Escalação errada é terrível! O que mais tem por aí é empresa que quer um goleiro que faça gol, mas esquece que só existe um Rogério Ceni.

Depois verifique se você está executando o método que chamo de ACC – Atitude, Confiança e Comunicação.

No campo da atitude, precisamos fazer uma frequente avaliação: no que e como posso melhorar? Ajo com humildade, ética e sinceridade com meus liderados? Tenho disciplina? Sou exemplo ou lidero na base do “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”? Eu coloco em prática as ideias, ferramentas e sugestões que a equipe me fornece?

Com relação à confiança, é sempre bom lembrar-se do preceito religioso que diz “é dando que se recebe”. Para as pessoas confiarem em você, é necessário ser próximo a eles, transpirar entusiasmo e transmitir comprometimento. É ter o sentimento do “eu amo minha empresa”, mesmo que você, como gestor, não se sinta amado por seus superiores.

O terceiro C da técnica ACC é a comunicação. Sou um bom ouvinte? Dou feedbacks? Reconheço e valorizo as pessoas? Eu vou direto ao assunto, sem dar voltas desnecessárias? Tenho capacidade de síntese? Dou direção aos meus colaboradores, deixando-os a par dos planos da empresa ou os deixo sem rumo, sem lenço, sem documento?

Conheça a certificação CDPV LAP – Líder de Alta Performance. Uma Formação em liderança diferente de tudo que você já viu, criada para ajudar você a chegar aos topo.

Gestão é relacionamento

Cuidar das vendas, da administração, do financeiro, da logística, de compras… Donos de pequenas empresas, em geral, precisam interpretar vários personagens para fazer o negócio acontecer. Precisam se dividir em mil para dar conta de tarefas cotidianas. Mergulhados em contas, estoque e geração de novos negócios, é muito comum esquecer-se de cuidar da equipe. Ou, no melhor dos cenários, deixá-la em segundo plano.

Leia também: As 5 bases da liderança 

É claro que tem gente que nasce com um forte sentido de liderança e consegue inspirar e motivar pessoas naturalmente, sem muito esforço. Mas aí estou falando de gestores excepcionais.

Leia também: Três erros que até os melhores líderes cometem

Não precisamos de tanto. Ao contrário do que parece, ser um bom líder parece ser muito complexo, mas na verdade não exige muito. Quer ver?

  • Estar disposto a ouvir o que as pessoas pensam a respeito do negócio é um bom caminho. Conheço centenas de empresários e gestores que só falam, falam, falam. Não dão ouvidos para os colaboradores.
  • Distribuir bem as tarefas, o que pressupõe planejamento, é outro fator que ajuda a construir uma boa relação com o time. Volta e meia encontro pessoas sobrecarregadas que, pela quantidade de coisas que precisam fazer, acabam não entregando nada.

O que você vai fazer de diferente?

Me adicione lá no Facebook e no LinkedIn.

Como evitar a procrastinação no trabalho

Por conta do meu programa no rádio, minhas palestras e eventos, eu recebo uma quantidade incrível de mensagens via e-mail, Facebook, Twitter...

Semana passada eu parei para fazer um balanço das mensagens que recebo e tem de todo tipo. Todos, de uma forma ou de outra, querem melhorar a performance no trabalho ou na gestão de uma empresa.

Observei que tem crescido a quantidade de mensagens que focam de uma forma ou de outra, um tema que eu chamo de procrastinação. Muita gente reclama do excesso de trabalho, da quantidade cada vez maior de coisas que precisam ser feitas, e também da sensação de insatisfação que surge já que sempre ficam coisas para trás.

A cada dia que passa, recebemos mais informações, mais novidades e não tem jeito, parece que nosso chip mental não da conta de tanta sobrecarga.

Aí vão as minhas dicas:

Em primeiro lugar, é importante tomarmos cuidado com os impeditivos da produtividade. É assim que eu chamo as redes sociais, as conversas paralelas com os colegas, as ligações particulares, as pausas para o café.

Segunda ideia: determine suas prioridades. Invés de pensar na quantidade de tarefas, preste mais atenção na qualidade de cada uma. Reveja o que tem que ser feito e determine o que é mais importante no momento. 

Conte seu progresso no meu Facebook.

A Sabedoria Chinesa ensina

A Sabedoria Chinesa ensina

A sabedoria Chinesa não falha. Estes dias li num livro “as três ideias, os três caminhos e as três regras” da tradição deste povo milenar e achei muito bacana compartilhar com você aqui neste espaço. Quer saber quais são?

  • Três coisas devem ser apreciadas: a cordialidade, a bondade e o bom humor.
  • Três coisas devem ser cultivadas: a verdade, o engenho e a conformação.
  • Três devem ser governadas: a língua, a conduta e o caráter.
  • Três devem ser imitadas: o trabalho, a constância e a lealdade.
  • Três devem ser defendidas: a honra, a pátria e os amigos.

Leia também: Nem todo mundo vê o mundo como você vê 

Por isso, antes de qualquer atitude que possam prejudicar o ambiente, tenha uma conversa franca com o espelho, olho no olho para ver se não é você quem complica tudo e vive reclamando demais.

Acesse minha Fanpage clicando aqui!