José Marcos da MEDLEVENSOHN e o especialista imobiliário Mario Amorim mandam mensagem para Diego Maia

Você, ouvinte e parceiro, sempre me acompanha, logo sabe o porquê de tanta comemoração. Há 10 anos atrás, no dia dois de fevereiro, o “Mundo Empresarial” entrava no ar na extinta MPB FM do Rio de Janeiro.

De lá pra cá muita coisa aconteceu. Em outras palavras, o mundo girou e estou feliz da vida na Antena 1.

Nos últimos dias, muita gente tem mandado mensagens de parabéns, o que tem me deixado muito feliz. Como José Marcos, CEO da MEDLEVENSOHN e do SUPER SAUDÁVEL SHOPPING, e também o Mario Amorim, um dos maiores especialistas em mercado imobiliário.

Só tenho a agradecer por ter pessoas assim no meu caminho, porque são essas parcerias que me motivam!

Quer falar comigo? Mande mensagem para o meu WhatsApp, assim você me conta seu case e ainda pode aparecer no meu programa.

Me adicione também no Instagram, no Facebook e no Spotify!

#BoraVoar🚀

Paulo de Tarso Lima da SELMI e Fabio Lessa da Capemisa mandam mensagem para o Diego Maia

E não param de chegar mensagens por conta do meu aniversario de 10 anos de rádio!

Esta é uma data especial pra mim e peço licença a você para mostrar as felicitações que tenho recebido.

Hoje foi dia de abrir os microfones para o Rodrigo, nosso ouvindo parceiro que contou um pouco da sua história e como se relaciona com Diego Maia ajuda!

Quem deu a honra de aparecer também foi o brilhante diretor comercial da Capemisa, Fabio Lessa, e o incrível Paulo Lima, gerente regional de vendas das massas SELMI.

Eu só tenho a agradecer por todas essas mensagens carinhosas porque servem de combustível para agregar sempre mais na vida de cada pessoa que me acompanha!

Você também quer aparecer aqui no meu programa? Basta mandar um áudio para meu WhatsApp, assim continuamos essa corrente de gratidão. Ouça agora!

E aí? #BoraVoar

Quanto mais tecnologia, mais humanos precisamos ser.

Produzido pela Hanna-Barbera a partir da década de 60 e relançada na década de 80. Os Jetsons” introduziu no imaginário das pessoas o que seria o futuro da humanidade. Carros voadores, cidades suspensas, trabalho automatizado, todo tipo de aparelhos eletrodomésticos e de entretenimento, robôs como criados. Tudo cada vez mais real e, alguns, já presentes. 

Como a série animada retrata um futuro tecnológico fictício, muitos dos objetos mostrados não existiam na época de exibição do desenho. Mas muitos destes gadgets já são realidade na vida das pessoas.  

Um exemplo disso são as chamadas em vídeo, ou vídeo chats. No desenho elas aparecem  com frequência  no trabalho do patriarca George Jetson que conversava com seu chefe Cosmo Spacely.

Na época era, tal tecnologia era coisa de ficção cientifica. Hoje é a mais viva realidade e, teoricamente, fazemos isso gratuitamente através do WhatsApp e FaceTime, por exemplo.  

E este não é o único exemplo. Ainda não temos a robô Rose, mas diversos aparelhos já automatizaram as tarefas domésticas.  

O que será o amanhã? Existem até previsões, mas é impossível saber com precisão quando tudo isto irá acontecer, mas vai acontecer. Para que a revolução não substitua os corações e mentes, compartilho com você o meu mais novo lema de vida

Quanto mais tecnologia, mais humanos precisamos ser.” 

E isto vale pra tudo! Pras relações pessoais, para as relações comerciais, para as relações com clientes, com chefes, com funcionários, isso porque tecnologia alguma substitui um relacionamento humano!

Me adicione no Facebook, no Instagram e no Spotify.

#BóraVoar

Nada É, Tudo Está!

Nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia

Eu tenho certeza que você curte este clássico, mas você conhece a reflexão que há por traz desta frase?

Essa semana, ministrei uma palestra numa fantástica convenção de vendas, realizada por uma empresa que vai arrebentar nas vendas este ano, COM CERTEZA! E foi a estreia de minha palestra chamada “Nada é. Tudo está” 

Se você tem aproximadamente 10 anos de carreira, já começou a trabalhar apoiado no mundo da tecnologia. Mas se você tem 20, 30, 40 anos ou mais de experiência, você sim é a prova cabal de que tudo se transforma. Tudo mesmo! 

Ha alguns anos era praticamente obrigatório que as empresas anunciassem nas listas telefônicas. Quem nasceu de 90 pra cá não sabe o que é isso, assim como o FAX. Telex então, inimaginável! 

Ainda tem algumas pessoas que usam, mas há alguns anos todo mundo usava pendrive. Hoje você consegue organizar toda a sua vida, toda a vida da sua empresa, na nuvem. Eu e meu time não trabalhamos mais com nenhum papel, nem mesmo as contas: scaneamos e tá tudo lá, na nuvem. 

Então, Vai por mim: NADA É. TUDO ESTÁ! Ou como canta Lulu, ‘nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia”. 

O que trouxe sua empresa até aqui, o que trouxe sua carreira ate aqui, não é garantia de que funcionará daqui pra frente

Para uma empresa sobreviver e crescer, é imprescindível ter visão de futuro, mas não só:  incentivar os funcionários a aprender todos os dias, o tempo todo é a mola propulsora para um futuro imprevisível. 

Me adicione no Instagram, no Facebook e agora também no Spotify.

#BóraVoar

Tá na hora de Pivotar!

Principalmente nessa semana, falei das transformações tecnológicas que passamos ao longo dos últimos 20 anos, e citei a musica “Pela Internet”, do Gilberto Gil que em 1997 já cantava sobre  web-sites e homepages. 

Mas é curiosíssimo pensar que muito antes, o mestre DONGA, gravou o que seria conhecido como primeiro samba da história, e falava da tecnologia mais moderna daquele ano de 1916. O nome desse clássico samba é “Pelo Telefone”.

Pense bem, em 1916 era O TELEFONE a tecnologia mais moderna. Hoje nem sabemos dizer qual é. 

Eu tenho recomendado as empresas que me contratam para palestras e treinamentos, que ESTÁ NA HORA DE PIVOTAR!

Esse verbo, pivotar, é uma referência aportuguesada do verbo, em inglês, to pivot, que significa girar. Para ficar mais claro: quem pivota está, em outras palavras, mudando estruturalmente um negócio, uma equipe, um setor. Mas não é uma alteração pequena e apenas alguns ajustes, é uma verdadeira revolução, um giro.

Esta necessidade não existe por um modismo não. O caso é sério: se você e sua empresa continuarem fazendo a mesma coisa, da mesma forma, com o mesmo método e o mesmo estilo, mais cedo ou mais tarde vai chegar alguém com um ideia melhor, com uma proposta mais bonita, com um preço mais baixo e totalmente alinhado ao novo consumidor. E ai, PERDEU! Ele leva seu cliente e você por mais fiel que ele seja. 

Vai por mim, está na hora de PIVOTAR a sua empresa, a sua carreira ou a sua equipe. 

Me adicione no Instagram, no Facebook e agora também no Spotify

#BóraVoar

Criar Meu Website, Fazer Minha Home Page

Há mais de 20 anos, Gilberto Gil cantava esta canção, chamando  nossa atenção para a transformação tecnológica que estamos experimentando.   

As propostas mudaram e tais conceitos ficaram obsoletos, assim como diversos aplicativos, aparelhos e métodos de trabalho ficaram obsoletos. 

Infelizmente, ainda existem empresas e profissionais liberais com relevância no seu segmento que nem website ou homepage usam direito, por exemplo. Passam o pano. 

Máquinas de escrever foram substituídas por computadores pessoais, mas os tablets e os smartphones já dominam a cena. Em média, utilizamos muito mais que o computador pessoal, desktop ou notebook. 

Com certeza tem gente que me ouve aqui que, no passado, fez o revolucionário curso de datilografia. Lembram que a onda era descobrir quem fazia mais toques por minuto?

Todas as indústrias, carreiras e empresas foram, estão ou serão incrivelmente chacoalhadas pelas novidades tecnológicas. 

ATENÇÃO: Quem não sabe ou não quer surfar esta incrível onda gigante são como o mico leão dourado: estão em processo de extinção.

Minha proposta de hoje é fazer você refletir sobre o seguinte: 

  • Qual é a principal transformação que o ramo que você atua está passando? 
  • Como isto afeta sua carreira? Como isto afeta seu negócio? 
  • Dentre a infinidade de possibilidades, qual item, serviço ou ação você precisa fazer agora para não ficar para trás?

Portanto, decida-se por um e faça.  

Acima de tudo, a revolução tecnológica, está ai e você pode escolher surfar ou morrer. A decisão é sua. 

Me adicione no Instagram, no Facebook e agora também no Spotify.

#BóraVoar! 

A tecnologia alavanca, mas pode matar!

A tecnologia aproxima, cria oportunidades e iguala jogadores. Mas também tem promovido uma ruptura na forma como fazemos negócios, como estabelecemos contato com as pessoas/clientes.

As facilidades são incríveis, mas os riscos são enormes para quem não se atualiza. Aqueles que resistem, achando que já sabe de tudo e não tem nada mais para aprender, sentem diretamente os impactos.

Tenho visto muita gente meio que arrependida por não ter buscado romper com as velhas práticas no momento correto. 

É o caso do Robério, um gerente de vendas muito qualificado, profundo entendedor dos processos do seu segmento. Ele é daqueles gerentes que é idolatrado pela equipe mas veja suas palavras, recebidas via mensagem que me mandou no Facebook: está ultrapassado e não faz ideia do como começar e de como utilizar as centenas de opções tecnológicas para potencializar o seu trabalho como gerente.  

Abrir a mente para a potencialidade da tecnologia e como estes recursos podem alavancar nosso trabalho é o primeiro passo.

MAS ATENÇÃO: temos que estar dispostos a pagar o preço. 

As transformações estão acontecendo num ritmo alucinante, quando achamos que dominamos uma ferramenta, ela já está sendo substituída por outra melhor, mais rápida e mais barata. 

O que fazer para ser menos dolorido? Mente aberta e vontade de aprender.  

Me adicione no Instagram, no Facebook e agora também no Spotify.

#BóraVoar!

O futuro não é mais como era antigamente!

Essa frase não é minha, é de um sujeito chamado Renato Manfredini Júnior, que certamente você conhece como Renato Russo. 

Mas o assunto é futuro e não música. Sim, porque tudo o que sabíamos sobre ele, o futuro, foi redefinido, resetado 

A previsibilidade é cada vez menor. A próxima tecnologia revolucionária chegará nos próximos dias. Em 12 meses, dobramos a quantidade de informações que existe no mundo.  

Logo, inovar e se reinventar – seja na condução de sua carreira, ou na condução de sua empresa ou de uma equipe – são verbos que precisam sair das nossas mentes. Precisam ir para ação. Imediatamente!

Se você não quer ser engolido pelo “novo”, minha sugestão é simples e tem tópicos, presta atenção 

  • Pare de fazer somente o que é possível, do mesmo jeitinho que você sempre fez, da mesma forma. É hora de sermos a melhor versão de nós mesmos 
  • Pare de ficar reclamando do passado: a gente não pode voltar no tempo – pelo menos não ainda. Mas o futuro que você quer está sendo construído neste exato momento que você está me escutando. É pra frente que se anda, é pra frente que se olha.
  • Tome a decisão de ser o melhor naquilo que você propõe a fazer. Não há mais espaço para amadores, estamos no momento  dos planos concretos, da execução e não do papo furado.  

Me adicione no Instagram, no Facebook e agora também no Spotify

#BóraVoar!

Faça mais e melhor por você

Faça de hoje um marco positivo na sua história. Com você está o poder de realizar a maioria das coisas com as quais tem sonhado. O tempo está a seu favor! Aproveite e coloque todo o seu potencial em movimento.

A cada nova manhã, seu coração se enche de esperança e renova o seu entusiasmo para a vida. Abrindo novas e melhores possibilidades para a sua história. Perceba o mundo à sua volta. Abra os olhos, os ouvidos, o coração e a mente, para perceber as oportunidades que irão desfilar diante de você. E fique bem atento porque geralmente as oportunidades andam disfarçadas de problemas. Sua inteligência, suas virtudes e seus talentos, alinhados a bons propósitos podem facilitar as tomadas de decisões e levar às escolhas sábias.

Leia também – O que faz você feliz?

Cada minuto vivido conscientemente em busca de um sonho, mesmo que parece impossível, será um exercício para o seu aprimoramento. Não desperdice um só segundo do seu presente.

Deixe o ‘Zap’ e a redes sociais de lado somente por hoje. Viva o que tem direito e vá fundo. Hoje pode ser um dia especial em sua vida. Mas só se VOCÊ quiser. Mas somente se você FIZER. Pense nisso!

Me adicione no Facebook!

O Diretor de Marketing da TAP, Francisco Guarisa, revela qual frase resume sua vida

Encerrando a entrevista com o Diretor de Marketing da TAP, Francisco Guarisa. Diego Maia pergunta “Qual frase resume sua vida pessoal e profissional?” Veja a resposta!

Acesse o canal do CDPV no Youtube e confira todas as entrevistas.

Assista também pelo Facebook.

Faça além do comum. Seja protagonista da sua vida

“Deixa a vida me levar, vida leva eu…”  todo mundo conhece e muita gente gosta deste samba do Zeca Pagodinho… eu particularmente adoro, principalmente nas rodas de samba que frequento e nos churrascos no final de semana.

Mas decidi, há muito tempo, que esta letra pode ser curtida, mas não pode pautar meu modo de vida.

Eu atá valorizo muito as surpresas do destino, aquelas coisas que acontecem e que a gente não estava nem esperando.

Mas eu quero ser o protagonista da minha própria vida, e não um mero coadjuvante… me dá calafrios quando penso que existem pessoas que nem coadjuvantes são. São meros figurantes, fazem ponta na sua própria vida.

Trazendo isto pro mundo empresarial, que é o nosso foco aqui… te digo sem medo de errar que pelo menos 70% das pessoas que trabalham contigo são aquelas que, quando muito, só fazem o que é pedido.

São reativos, trabalham sem atitude, sem determinação. Estão apenas envolvidos com a função e não com a empresa e pra dizer a verdade, muitos nem gostam do que fazem.

Recebo todos os dias e-mails e mensagens no meu Facebook de pessoas que querem matar o chefe; e que se ganhassem na loteria sequer voltariam para cumprir os trâmites burocráticos do pedido de demissão.

São figurantes aqueles que não fazem o que gostam, detestam a empresa e estão ali só porque “não vai pedir as contas e ficar sem o fundo de garantia”.

A que ponto chegamos: as pessoas trabalham apenas para sobreviver, com algo que não gostam, apenas para pagar contas.

Mudar este roteiro é possível, basta ter atitude e acima de tudo, a vontade de ser o protagonista de sua própria história.

A frase de hoje é do filósofo PLATÃO: “Tente mover o mundo – o primeiro passo será mover a si mesmo”.

Pense nisso!

Jornais mais populares do RJ destacam ‘Escola de Vencedores’

Os jornais mais populares do RJ – Extra, O Dia e O Povo –  destacaram a “Escola de Vencedores”. Durante a última semana, os veículos on line e impresso publicaram sobe o programa, que visa transformar o futuro de muitos jovens. A formação é gratuita e garante vaga de emprego para muitas empresas aos finalistas.

“Os jovens escolhidos cursarão quatro módulos: “Cidadania Profissional”, “Posturas Indispensáveis ao Profissional de Sucesso”, “Habilidades em Atendimento ao Cliente” e “Habilidades de Vendas”, publicou o jornal Extra em sua versão on line, na quarta-feira (31/01). 

O jornal O Povo divulgou na íntegra todas as informações sobre o projeto, na edição de sexta-feira (2). E ressaltou a importância da formação para jovens. “Para os profissionais finalistas, a empregabilidade em empresas do Grupo CDPV é garantida e em empresas parceiras.  Este enorme projeto social busca garantir um futuro promissor para jovens com poucas perspectivas de vida”.

Já o jornal O Dia, um dos mais lidos no Rio de Janeiro, publicou também em sua versão on line e impressa, de domingo (4), informações importantes sobre a “Escola de Vencedores”.

“Moradores da região Metropolitana do Rio, com idade entre 17 e 24 anos, podem se inscrever no programa ‘Escola de Vencedores’, que oferece curso gratuito para formação nas áreas de Vendas e Atendimento. As inscrições vão até o dia 28 e devem ser feitas no site cdpv.com.br/escola-de-vencedores”. 

Leia também – Bom atendimento gera credibilidade. 

Com a “Escola de Vencedores”, o CDPV cumpre dois de seus grandes objetivos: oferecer a jovens talentos não apenas o direito de sonhar, mas um caminho para realizar seus sonhos; e para com o empresariado brasileiro, fornecemos mão de obra qualificada e preparada para os desafios corporativos.

 

‘Escola de Vencedores’ forma jovens de 17 a 24 anos para áreas de vendas e atendimento

Qual a principal dificuldade para as empresas brasileiras: a complexidade tributária?  Os altos juros praticados pelos bancos? Ou a falta de mão de obra qualificada e comprometida com resultados?

Nove a cada dez empresários acreditam que o principal impeditivo ou agente postergador de seu crescimento é a falta de mão de obra minimamente adequada para ajudar a empresa a crescer.

O Brasil de 2018 ainda possui uma deficiência muito grande em relação à educação, formação e preparação para o mercado de trabalho, que é a base para o desenvolvimento empresarial. Mesmo com projetos sociais implantados ou surgindo por ONG`s ou órgãos governamentais, ainda somos bastante atrasados com relação aos outros países em desenvolvimento. Por aqui, os investimentos ainda são poucos ou escassos.

Ciente de sua responsabilidade para com o desenvolvimento das empresas brasileiras, o CDPV está lançando a “Escola de Vencedores”, programa intensivo de formação em vendas e atendimento para jovens de 17 a 24 anos, inteiramente gratuito.

Para os profissionais finalistas, garantimos a empregabilidade em empresas do Grupo CDPV e em empresas parceiras. Buscamos com este enorme projeto social garantir um futuro promissor para jovens com poucas perspectivas de vida. Vamos alocá-los em importantes empresas e zelar pelo seu desenvolvimento profissional.

O programa de formação em vendas e atendimento da “Escola de Vencedores” é intensivo e mescla encontros presenciais, aulas on line e tutoria. Os jovens escolhidos cursarão 4 módulos: “Cidadania Profissional”, “Posturas Indispensáveis ao Profissional de Sucesso”, “Habilidades em Atendimento ao Cliente” e “Habilidades de Vendas”.

Leia também – Para ser um vencedor, é preciso ser o melhor.

A inscrição é 100% gratuita e inclui material didático, certificado de conclusão; não há qualquer tipo de mensalidade ou custo para os aprovados, somente sua despesa de locomoção para os encontros presenciais que acontecerão na sede do CDPV, no Centro do Rio de Janeiro.

Com a “Escola de Vencedores”, o CDPV cumpre dois de seus grandes objetivos: oferecer a jovens talentos não apenas o direito de sonhar, mas um caminho para realizar seus sonhos; e para com o empresariado brasileiro, fornecemos mão de obra qualificada e preparada para os desafios corporativos. 

DADOS TÉCNICOS:

  • Escola de Vencedores – CDPV
  • Perfil dos candidatos: jovens de 17 a 24 anos, residentes na região metropolitana do Rio de Janeiro.
  • As inscrições são 100% gratuitas e estão disponíveis em cdpv.com.br/escola-de-vencedores .
  • Os jovens finalistas receberão certificado CDPV, material didático, tutoria e encaminhamento ao mercado de trabalho.
  • Para a próxima turma, as inscrições vão de 01 a 28/2/2018.
  • Fonte disponível: Diego Maia, CEO do Grupo CDPV

 

 

1/3 terço do ano já foi embora. E o que você fez de diferente?

Quando eu era criança – e isso não faz tanto tempo assim, rs – meus pais e familiares me contavam sobre muitas das situações e tecnologias que eles viveram e usaram quando eram jovens. Eu lembro de um monte de relatos!

  • ligações que precisavam de uma telefonista para ser completada;
  • carro com afogador;
  • que a travessia de carros antes da Ponte Rio Niterói era feita através de ferry boats;
  • curso de datilografia – quantos toques por minuto?;
  •  toca-discos com manivela manual.

A Victória e o Benjamin, meus lindos filhos, não entendem realmente nada quando eu falo de…

  • disquetes, que eram usados para armazenar uma quantidade mínima de arquivos.
  • que a internet era discada e super lenta;
  • que eu usava orelhões com ficha (você lembra das fichas?);
  • que quando tirávamos foto levava um certo tempo para ver o resultado, pois tínhamos que revelar os filmes;
  • que tínhamos que ajustar a antena de TV para tirar os chiados e chuviscos;
  • que até bem pouco tempo eu e a mãe dele alugávamos fita de vídeo para assistir filmes (morri de rir quando lembrei que ainda tínhamos que rebobinar se não pagávamos multa na locadora);

Outro dia achei um BIP (pager) e mostrei pra eles como era interessante receber mensagens de texto num aparelhinho super simpático. Eles não entenderam nada…

Daqui a um tempo, eles provavelmente estarão usando um aparelho que projeta e-mails e jogos diretamente na retina enquanto andam (seria um sonho?).

A evolução está acontecendo a cada minuto. Um pouco de nostalgia não faz mal a ninguém mas uma coisa é certa: se continuarmos a viver e a trabalhar pensando no passado, agindo como no passado e com as práticas do passado, seremos engolidos pelas novidades.

  • Agências de viagens on line engoliram milhares de agências de viagens tradicionais.
  • Venda e aluguel de filmes delivery, via internet, engoliram as locadoras que não se reciclaram.
  • Muitas empresas tradicionais fecharam as portas porque chegaram concorrentes que fazem melhor, mais bonito, mais rápido e mais barato.
  •  A internet ultrapassou barreiras antes inimagináveis. Quem não está na nela simplesmente não existe.

Enquanto tem gente fazendo fortuna com todas estas novidades, até hoje tem gente se perguntando o que fazer e como fazer com isso tudo.

O passado trouxe você até onde você está. Mas o sucesso do passado não garante o sucesso no futuro.

O tempo passa rápido. Quase um terço do ano já foi embora. E o que você fez de diferente?

Pense nisso e me siga no Twitter clicando aqui.