Se você não sabe motivar, pelo menos não desmotive!

Primeiramente, entenda de uma vez por todas: Se você não sabe motivar, pelo menos não desmotive!

A estrada para o sucesso empresarial é esburacada e cheia de altos e baixos. A um empresário ou gestor cabe se manter preparado a todo custo – técnica e emocionalmente – para os dias ruins.

Sou constantemente contratado por empresas dos mais variados ramos para palestrar sobre vendas, gestão e motivação. E, em alguns casos, tenho reparado uma atmosfera não tão positiva assim quanto aos desafios que estão por vir.

Continuar lendo

Liderança é mais comportamento do que técnica

Primeiramente, não importa se você está conduzindo, por exemplo, uma cidade, uma empresa, um departamento, uma equipe, uma igreja. Não importa se você está conduzindo uma família… liderança certamente não tem nada a ver com o título, currículo ou posição.

Você pode ser o presidente de um país ou o CEO de uma empresa de grande porte, por exemplo, mas não ser um grande líder. Na verdade, a liderança tem tudo a ver com o COMPORTAMENTO.

Por exemplo…

Continuar lendo

Seja um Líder produtor de estrelas (e não a estrela em si)

Eu já falei sobre as práticas e atitudes que separam de forma significativa um bom líder de um líder ruim e isso tem causado uma certa polêmica. Mas hoje, sem papas na língua vou falar sobre como ser um líder produtor de estrelas, e não a estrela em si!

Continuar lendo

Como ser um líder coach?

O tema “Coach” está mega badalado. A todo instante surgem novos cursos, novos profissionais propondo serviços, novas “formações”… Penso até que a oferta tá superando a demanda. Mas o assunto aqui é outro…

Coach é uma palavra em inglês que significa treinador. Em inglês, quando usada como verbo, a palavra coach significa treinar ou ensinar. Já o termo Coaching é uma ferramenta de desenvolvimento pessoal e profissional.

Muito mais do que entregar os resultados, um gestor deve ou deveria em primeiro lugar, ser um coach de seus liderados. Tem gente que faz isso com maestria, de forma instintiva. Tem gerentes e líderes que estão buscando este tipo de conteúdo para melhorar a produtividade do grupo. Continue lendo….

Um bom caminho para se tornar um líder coach é oferecer feedbacks constantes. A atividade deve ser pensada, mas parecer espontânea sempre depois de algum incidente ou atividade específica. Este tipo de feedback deve estar estruturado em 3 ganchos, que na verdade são perguntas informais.

Depois de algum incidente ou alguma falha, comece a conversa com estas perguntas:

    • Como é que você acha que foi nossa performance sobre este tema?
    • Como você avalia a reação dos envolvidos após este acontecimento?
  • Pensando agora com mais calma, o que você poderia fazer de diferente para ter um resultado melhor?

Portanto, seja um líder coach. Nada além disso importa.

Me adicione no Facebook, no Instagram e no Spotify.

#BóraVoar

Líder cabeça-dura

Em equipes gerenciadas por um líder “cabeça-dura”, quando um problema acontece é um escândalo. Ele vai atrás do culpado e não da solução.

Sou partidário da cobrança, da penalização para erros reincidentes e graves. No entanto, a sacada de hoje é levá-lo a compreender  que problemas podem ser fontes inesgotáveis de aprendizado.

Aconteceu um problema? Alguém falhou? Primeiramente, pare o grupo e tente identificar 4 questões:

Continuar lendo

Centralize menos, delegue mais

Tenho perguntado com alguma frequência aqui: “se você é um empresário e a maior parte do seu tempo na empresa é dedicada a fazer o negócio funcionar, quem é o responsável por fazer o negocio crescer?”

Aline escreveu ponderando esta minha reflexão. Na mensagem enviada através de minha página no Facebook, indaga: “mas como, na prática, fazer isso? Se não tenho um time qualificado para entregar nossos serviços?

Olha Aline, todo empresário – pequeno, médio ou grande – é um líder. Amado ou odiado pelos funcionários, ele continua exercendo a função de liderança e seu foco deve estar em se tornar um viabilizador de talentos. Como fazer isso? Dando desafios e reconhecendo quem entrega estes desafios, em outras palavras, estimulando sua equipe!

Deve entender também a diferença entre DELEGAR e um verbo recém inventado, eu é DELARGAR.

DELARGAR é o mesmo que abdicar. É dizer, por exemplo, pro colaborador: “vai lá, se vira, faz o número, você é pago para isso”.

DELEGAR á o oposto. Delegar de verdade é quando determinamos um desafio, um prazo ou uma meta com o sentimento de que “Estamos juntos”, “estou aqui para o que você precisar”.

Portanto, o caminho é esse: viabilizar talentos, delegar com acompanhamento e sempre reconhecer aqueles que agregam e entregam suas tarefas com eficiência e eficácia.

Por exemplo, você se enxerga nesse texto e sente que precisa de um UP na sua vida comercial?

Conheça o VENDAS DE ALTO IMPACTO!

Todos os detalhes do treinamento “Vendas de Alto Impacto”, que é destinado a empresários, profissionais liberais, representantes comerciais e todo mundo que precisa melhorar resultados de vendas estão aqui.

Aproveite e me adicione no Facebook, no Instagram e no Spotify.

Resumindo… #BóraVoar!

Como implementar a cultura de vendas

Não importa se, por exemplo, você trabalha numa loja, num escritório de advocacia ou numa fábrica. Da mesma forma que não importa se você trabalha na logística, no RH, no financeiro ou na área de vendas.

Se a empresa não está vendendo como deveria e, consequentemente o negócio não está indo bem, o futuro profissional de todos fica em jogo.

Sempre acreditei que todos numa empresa precisam ajudar, de alguma forma, a empresa a melhorar, a crescer, a vencer. Por que quando isso acontece, certamente todos ganham.

Uma auxiliar de serviços gerais que atende o cliente com aquela simpatia; o setor de logística que resolve todas as emergências com foco na satisfação do cliente; o profissional de vendas que se preocupa em entregar retornos rápidos e eficazes para seus clientes… tudo deve ser feito para agradar o cliente.

O nome disso é CULTURA DE VENDAS. As empresas bem-sucedidas, de forma consciente ou não, trabalham como este propósito: focadas em entregar uma experiência de alto nível para seus clientes. Vamos combinar, né? Não existe aberração maior do que aquela recepcionista mal humorada ou aquele atendente que destrata o cliente.

Acima de tudo: Todos numa empresa são responsáveis pelos resultados, independente do cargo em que ocupam.

Precisa de um auxílio para impulsionar suas vendas? Então conheça o VENDAS DE ALTO IMPACTO!

Todos os detalhes do treinamento Vendas de Alto Impacto, que é destinado a empresários, profissionais liberais, representantes comerciais e todo mundo que precisa melhorar resultados de vendas estão aqui.

Aproveite e me adicione no Facebook, no Instagram e no Spotify.

Resumindo… #BóraVoar!

PARE DE RECLAMAR DA FALTA DE VENDAS E TOME UMA ATITUDE!

Primeiramente: PARE DE RECLAMAR DA FALTA DE VENDAS, jogando a culpa no mercado, no Bolsonaro, no Temer, na Dilma…

Em outras palavras: Pare de terceirizar suas responsabilidades! O problema não é o preço não, o problema não é a concorrência.

O problema é que você precisa expandir seu campo de visão para conseguir enxergar o que fazer para vender mais.

Sinceramente, continuar fazendo as mesmas coisas vai garantir a você somente os mesmos resultados que você tem agora.

Mesmo na pior das crises sempre tem alguém vendendo enquanto a gente ta chorando. E quem consegue não é porque ta na hora certa ou com a pessoa certa. É porque sabe o que precisa ser feito para vender, sabe mexer no coração do cliente. E eu posso te ajudar: estou lançando o meu curso mais poderoso, mais impactante e com um conteúdo muito profundo. É o VENDAS DE ALTO IMPACTO, um curso digital de 6 semanas que vai te mostrar um método pratico e viável para aumentar suas vendas, independente do seu segmento.

Se você é empresario, vendedor, gerente, representante comercial ou profissional de liberal de qualquer ramo esse curso é pra você!

Me adicione no Instagram, no Facebook e no Spotify!

ACIMA DE TUDO, BóraVoar!

Treinamento é o investimento que rende os melhores juros!

Opa, aqui é o DIEGO MAIA!

Me responde uma pergunta: você está satisfeito com as suas vendas?

Vai por mim: um negócio não está crescendo, ou ele está encolhendo ou encolherá mais cedo ou mais tarde.

Em outras palavras, o único caminho do crescimento é aumentar suas vendas e sua conversão. E pra isso acontecer não é uma questão de sorte, de estar na hora certa com a pessoa certa.

É uma questão do quanto você sabe e de como você aplica o que você sabe junto ao seu cliente.

Você sabe que desde 2003 eu lidero o CDPV, uma escola de vendas que treina milhares de pessoas todos os anos.

E eu juntei todo o conhecimento prático e verdadeiro que aprendi durante esse tempo no meu mais novo curso. “VENDAS DE ALTO IMPACTO”.

Não é um curso de “como vender pelo facebook” ou “como usar o WhatsApp para vender”… nada disso, nada de bla-bla-bla!

É um curso do mundo real, das vendas reais. Ou seja, mostra o verdadeiro melhor caminho para fazer você, que vende 10, possa vender 11 no dia seguinte, por exemplo.

Certamente quem chega primeiro, bebe água limpa! Inscreva-se no curso “VENDAS DE ALTO IMPACTO”. Em seis semanas você elevará os seus resultados de VENDAS para um novo patamar.

Inscreva-se no curso “VENDAS DE ALTO IMPACTO” e em seis semanas você elevará os seus resultados de VENDAS para um novo patamar.

Além disso, os detalhes deste curso que é destinado a empresários, profissionais liberais, representantes comerciais e todo mundo que precisa melhorar resultados de vendas estão aqui!

Me adicione no Instagram, no Facebook e no Spotify!

Em resumo… #BóraVoar?

Líder nasce pronto?

Frequentemente me perguntam se é possível treinar as pessoas para que sejam líderes eficazes ou se os melhores e verdadeiros líderes já nascem prontos. Este também é um assunto que rende aulas e aulas em faculdades e MBAs e sempre é pauta de conversas em botequins e jantares corporativos.

Mas esta discussão é a menos importante. O que importa mesmo, para quem está na linha de frente contratando, decidindo, dispensando, reportando, emitindo relatórios, atendendo demandas e, acima de tudo, sendo pressionado por resultados, é o que fazer para ser cada vez mais eficiente e viver com mais qualidade.

E para as empresas, o que importa mesmo não é se fulano nasceu líder ou se tornou líder. Mas, sim, ter a certeza de que esta pessoa possui comportamento, habilidades e atitudes indispensáveis para levar um negócio ou uma equipe ao sucesso.

Então, qual é a resposta para a pergunta central?

Existem traços de liderança que são inatos, que vêm com a gente, que estão no nosso DNA. Alguns podem ser desenvolvidos com treinamento, outros com a ajuda da experiência. Mas um líder que não gosta de lidar com pessoas, por exemplo, está no lugar errado! Afinal, nada nas empresas é mais importante que as pessoas.

Ninguém nasce líder. Mas tem uma característica que revela plenamente quem tem mais chances de ser um líder de sucesso: é a postura de eterno aprendiz. Isto mesmo!  Ser um eterno aprendiz classifica muito as pessoas, até porque um líder que acha que já sabe de tudo, no fundo, no fundo, não sabe de nada.

Fui promovida. E agora?

Hoje eu respondo o e-mail da Nathália, que está, digamos, em apuros. Ela é formada em Gestão Ambiental e depois de muito batalhar, conseguiu entrar para a área de meio ambiente como sempre quis. Passado um tempo, foi promovida, ganhou a confiança do chefe e hoje cuida não apenas de um grande projeto, mas também de uma equipe.

Até aí, parece que está tudo correndo bem. Mas não está! Sua dificuldade é como comandar a operação. Ela se sente um pouco perdida, apesar de ter espírito de liderança… Percebe que lhe falta um certo felling. Pensa que talvez seja pelo fato de pela primeira vez trabalhar como gestora.

E me pergunta: ‘o que de fato posso fazer para melhorar a minha gestão?’ Você está vivendo o que chamo de “Dilema do Novo Gestor”. Quase todo mundo deseja assumir cargos de liderança por entender que isso é uma evolução natural da carreira. Mas quase ninguém se prepara para esse desafio. Ser um bom profissional não é garantia de que alguém será um bom gestor.

Porém tem saída, Nathália. A principal é se preparar!

Lidar com pessoas e, principalmente, liderar pessoas não é uma tarefa fácil. Quem falou que seria simples, mentiu para você! Leia e estude sobre liderança. Especialmente sobre pessoas. E claro: encare os problemas como desafios.

Quer ser um líder mais valorizado e capacitado? Seja um LAP – Líder de Alta Performance!

Me adicione no Facebook e Linkedin!

Construa uma Liderança de sucesso

É tarefa de todo empresário ou gestor ajudar a manter um clima agradável no ambiente de trabalho.

Outro dia conversando com alguns especialistas em gestão, cheguei à conclusão que, via de regra, as pessoas são atraídas para uma empresa pelo perfil e pela remuneração, mas saem geralmente pelo ambiente. O mau chefe costuma ser motivo de saída do trabalho.

Por isso, estou certo de que manter um clima positivo, de confiança, é um grande fator de motivação dos colaboradores.

Leia também: Três erros que até os melhores líderes cometem

Mas como, na prática, fazer isso?

Um bom caminho é manter as pessoas informadas sobre tudo o que acontece com o negócio, com todas as novidades. Isto evita fofocas, intrigas e boatos, o famoso “disse-me-disse”. Estabeleça regras de comunicação com o seu time, seja ele pequeno, médio ou grande. Isso pode ser feito num café da manhã semanal, num boletim informativo impresso em impressora simples mesmo, num ambiente on line, numa comunidade virtual.

Outro fator que afasta bons funcionários é a ausência de oportunidades na empresa. Por isso, criá-las é importante. Se não cria, perde porque as pessoas precisam crescer e vão buscar isso em outros lugares.

Leia também:

Fui promovido a um cargo de liderança… E agora?

As 5 bases da liderança

Onde seus funcionários poderão chegar se abraçarem a causa, o projeto? Ofereça estas oportunidades a eles!

Conheça a certificação CDPV LAP – Líder de Alta Performance. Uma Formação em liderança diferente de tudo que você já viu, criada para ajudar você a chegar aos topo.

Conecte-se comigo: Facebook | Instagram | iTunes | SoundCloud | Linkedin

 

Onde estão os líderes?

Toda empresa precisa de funcionários preparados e treinados. Mas a afirmação mais determinante é essa: toda empresa precisa de líderes permanentemente treinados e capacitados para ajudar seu desenvolvimento.  

Informalmente eu fiz uma pergunta para 20 empresários. O “DataMaia” quis saber como estes empresários avaliam e como preparam os líderes de suas empresas. 

  • Somente 4 dos 20 empresários disseram que seus líderes são “muito eficazes” no cumprimento das metas e estão satisfeitos com isso.
  • 19 deles consideram muito importante treinar e desenvolver o time, como uma ação estratégica que amplie as chances de bons resultados.
  • Somente duas empresas, ou seja, 10% do universo pesquisado afirmou fazer algum tipo de investimento na formação e desenvolvimento de seus gestores.

Muitas são as ações possíveis quando o assunto é treinar as lideranças de uma empresa e o importante mesmo é sempre manter o desenvolvimento, custe o que custar. Na maioria dos casos, exige-se somente disciplina. Por exemplo: quantos livros de liderança e gestão você lê por mês?

Para ser um bom gestor não basta querer; não basta saber se relacionar com pessoas. Não basta dominar tecnicamente o negócio da empresa.

É preciso, acima de tudo, manter a mente aberta e conectada com as práticas que possam amplificar nosso resultado.  

Quer ser um gestor melhor e altamente produtivo? Faça a Formação LAP – Líder de Alta Performance. Aproveite e me adicione no Instagram.

 

Em busca da produtividade perdida

Hoje é dia de responder a Joana. Na mensagem, enviada pelo inbox do meu Instagram, ela conta sua história e compartilha seus desafios: é gerente administrativa de uma empresa cinquentenária, possui muitos funcionários sob seu comando e se vê altamente sobrecarregada. Ela entende que poderia ser mais produtiva e eficaz, mas de um tempo pra cá, se sente muito cansada. Quando finalmente termina seu longo dia de trabalho, parece que todo o seu nível de energia foi consumido.

Jô, tenho recebido muitas mensagens falando da sobrecarga de trabalho: por conta da crise que se instalou no Brasil, diversos postos de trabalho foram cortados, mas as tarefas não sumiram, elas tiveram que ser assumidas por quem ficou. O resultado desta equação é bem esse: sobrecarga de trabalho.

Para tentar minimizar este grave problema, compartilho com você três ideias altamente poderosas que, se colocadas em prática, podem ajudar sua busca pela produtividade perdida. Tem funcionado pra mim!

>> Não abra mão da disciplina com horários e com a agenda. Desde que passei a fazer reuniões curtas, e em pé no espaço que apelidei no CDPV de “CorredorWorking” parei de perder tempo com a prolixidade e com os assuntos desnecessários. Reunião boa não pode configurar conforto: cada minuto vale.

>> Não deixa para depois o que pode ser feito em um ou dois minutos. Se dá para resolver rápido, resolva logo; quando não fazemos isso terminamos o dia com zilhões de pequenas pendências que, somadas, tiram nosso sentimento de que o dia valeu à pena.

>> A tecnologia ajudou muito o nosso desenvolvimento, mas ela é a rainha má nas nossas vidas. Condicione sua mente para usar o smartphone somente em horários específicos e que você determinar, tipo de hora cheia em hora cheia.

Quer ser um gestor melhor e altamente produtivo? Faça a Formação LAP – Líder de Alta Performance. Aproveite e me adicione no Instagram!

Esse cara é você?

Esse cara é você?

Pensa no seguinte cenário, você era O CARA da sua empresa. Ok, vamos pensar menor, do seu departamento.

Era sempre chamado para as reuniões com a alta administração, era sempre convidado para tecer comentários sobre os investimentos da organização e sempre ouvido para tomada de decisão empresarial.

Leia também: Três erros que até os melhores líderes cometem

De repente, marasmo total: nada de convites, nada de consultas, nada de ser ouvido.  Estagnação: vários funcionários recém-contratados já ultrapassaram seu patamar.

Meu amigo, minha amiga, devo confessar que o problema está em você!  “O cara”, agora, é outro!

É claro que você entrou naquela zona de conforto e esqueceu de evoluir, seduzido por aquela atmosfera em que todo mundo via em você uma referência.  As coisas mudam.  As pessoas mudam.  Os processos e o mundo mudam.  Talvez suas habilidades continuem até bastante atualizadas, mas você esqueceu de gerir sua própria carreira: pare e reflita sobre sua trajetória.

Leia também: A maldita zona de conforto

Uma coisa é certa: se você está nessa situação, não acelere, dê uma pausa, faça perguntas e só volte a acelerar no sinal verde, quando obtiver as respostas às suas inquisições.

Leia também: Por que algumas pessoas são mais bem-sucedidas do que outras?

Se você quer ser um Gestor de Sucesso, comece a treinar para se vestir, falar e, sobretudo, comportar-se como um gerente de verdade.  Assim e somente assim será percebido pela alta administração e, quem sabe, ser promovido.

Me adicione nas redes sociais. Eu estou no LinkedIn, no Twitter, e no Facebook.