Já ouviu falar em normose?

Quer um exemplo de “normose”? Achar sempre um culpado para os problemas e falhas do dia-a-dia é uma delas.

Meu amigo, minha amiga:

Há na mente da maioria das pessoas uma crença bastante enraizada. É a crença de que tudo o que a maioria pensa, sente, acredita ou faz, deve ser considerado como normal e como consequência deve servir de guia para o comportamento de todo mundo.

O termonormose, criado pelo filósofo Pierre Weil, é formado pela junção da palavra “normal” com o sufixo “ose” (que significa processo doentio) e foi adotado para designar a forma de comportamento visto como normal, mas que na realidade é anormal.

No mundo empresarial, as “normoses” podem levar uma empresa ao fracasso, pois são frequentes e corriqueiras, mas prejudicam como se fossem verdadeiras doenças corporativas.

Continuar lendo

Mais sobre as “normoses” em vendas…

Muitos dos meus ouvintes na rádio carioca MPB FM (90,3) me escreveram por conta do comentário sobre as ‘Normoses corporativas‘, termo cunhado pelo francês Pierre Weil, designar a forma de comportamento visto como normal, mas que na realidade é anormal. Veja o post original aqui. 

No mundo empresarial, as “normoses” podem levar uma empresa ao fracasso, pois são frequentes e corriqueiras, mas prejudicam como se fossem verdadeiras doenças corporativas. Continue lendo…

Continuar lendo