Três perguntas que você deve se fazer todas as manhãs

Antes de começar meu trabalho diário, primeiramente me faço três perguntas. No entanto, as respostas que consigo construir mudam de um dia para o outro; esta tem sido uma ferramenta incrível para superar as barreiras e conquistar. Por isso compartilho contigo esta minha tática pessoal. Confira:

1 – O que precisa ser feito hoje, a fim de alcançar meus objetivos?

Minha proposta é que você identifique suas responsabilidades diárias, tanto as de curto prazo e as de longo prazo e planeje seu dia de acordo com elas. Entender bem a diferença entre tarefas urgentes e importantes é o caminho.

2 – Qual é o meu papel na empresa e como eu posso ampliar minha participação?

Busque entender porque você é importante na sua empresa e como suas contribuições fazem (ou podem fazer) a diferença. Isto lhe permite enxergar claramente a relação de cada esforço ao resultado final da companhia, por mais simples que sejam suas responsabilidades. Isto vale para todos os cargos e perfis, do servente ao presidente. Se você não acredita em seu trabalho e no seu papel dentro da empresa, essa mentalidade negativa vai impulsionar sua produtividade e sua carreira para o buraco.

3 – Tenho domínio sobre as interferências que prejudicam minha produtividade ou as interferências me controlam?

Portanto, repare o quanto as distrações do dia a dia impactam negativamente a sua produtividade. Cada mensagem de Whatsapp lida durante o expediente corrói a sua produtividade. O mesmo vale para aquela expiadela ingênua no Facebook, os cliques contínuos no “enviar e receber” de seu e-mail, aquele papo atravessado com os colegas que nada agregam ao seu propósito…

Leia também: Conheça o treinamento “Vendas de Alto Impacto”

Sugestão para combater estes males:

  • Abra e-mails somente em horas cheias;
  • Whatsapp e Facebook somente na hora de almoço e no final do expediente;
  • Papos somente sobre aquilo que interessa;
  • Cada minuto perdido é um minuto a menos para seu êxito profissional.

Me adicione no Facebook, no Instagram e no Spotify.

Resumindo… #BóraVoar!

O Profissional Pato

O Profissional Pato

Giselle escreve comentando uma grande dúvida em seu momento profissional. Ao que tudo indica, foi mordida pela mosca azul do empreendedorismo e, provavelmente para levantar recursos, tem se dedicado a muitos ramos ao mesmo tempo. Ela fala que tem exercido funções diversas como vitrinista, organizadora de eventos e até manicure. E pergunta dela é simples: “Você recomenda atuar em diversas e diferentes áreas ou é preciso focar em apenas uma coisa?” .

Leia também: Em busca da produtividade perdida

Continuar lendo

Não dá para inovar quando o básico não é feito!

Destacado

Não dá para inovar quando o básico não é feito!

Outro dia visitei uma empresa que se dizia “inovadora”. Esta expressão é estampada em toda sua comunicação interna e externa.  Pensei que veria data centers, servidores virtualizados, ótima infraestrutura de tecnologia de informação, uma posição diferenciada na internet ou mesmo um atendimento diferenciado aos clientes… mas o que vi era oposto:

  • “servidores” e computadores com Windows pirata;
  • funcionários sem qualquer capacitação para atender clientes;
  • funcionários são contratados e não passam por qualquer tipo de ação de treinamento (mesmo que não seja a perfeita);
  • e até mesmo o simples gesto de não atender ligações de clientes e prospects (ou deixar tocar mais de 10 vezes “porque estou ocupado”).

Leia também: O sucesso empresarial está ligado diretamente a Inovação e ao Marketing

Conheço inúmeras empresas que se dizem inovadoras, mas que a  cultura é a seguinte, chegue no horário, trabalhe calado, não reclame do salário nem peça aumento, as ideias novas deixe pra depois, concentre no trabalho”.

Leia também: Superar as expectativas dos clientes é imprescindível

Como pode se auto-proclamar “inovadora” uma empresa que age assim?

Não podemos dizer que estes empresários estão errados (só eles sabem as dificuldades para chegar até os dias de hoje), mas querer inovar em empresas como estas é “dar murro em ponta de faca”.

Leia também: Inovação é dizer não para mil coisas!

Mas a ideia do dia é essa: “Não dá para inovar quando o básico não é feito!”

O importante é AGIR

O importante é AGIR.

Para se destacar no ambiente competitivo deste ano, as empresas precisam focar duas atividades:

Investir no que pode te trazer resultados.

E cortar o que de fato traz prejuízo.

Afirmar isso parece simples, fazer estas coisas parece fácil. Mas não é nada disso.

Cortar o que tráz prejuízo vai além de mandar funcionários embora, economizar na eletricidade ou cortar verbas mal utilizadas.

Cortar o que traz prejuízo é cortar o mau atendimento a clientes, a morosidade nos processos, a não utilização da tecnologia, redes sociais, aplicativos…

Continuar lendo

Implante a “Cultura da Oportunidade”

Implante a "Cultura da Oportunidade"

O mundo dos negócios é como o mar: as ondas vêm e vão.  Colaboradores vêm e vão. Já foi época de um jovem entrar numa empresa e querer ficar nela até se aposentar.

Tenho falado muito sobre manutenção de talentos como diferencial competitivo de todos os tipos de empresa. Eu disse “talentos” 🙂. Mas é claro que toda ação de retenção   pode falhar devido a circunstâncias atenuantes fora do controle do RH, do gestor ou do empresário…

Continuar lendo

Se você é gestor, valorize a inovação e a atitude

A lista das ações que precisamos executar para uma empresa crescer e vencer é bem extensa.

Mas não há dúvidas de que a necessidade número é um, é ter as pessoas certas e devidamente estimuladas para que façam as coisas certas.

Leia também: Inovação é dizer não para mil coisas! 

Como empresário, acordo todos os dias pensando em ações que possam estimular as pessoas que trabalham comigo a serem melhores a cada instante, e fico de verdade muito entusiasmado quando vejo um dos meus profissionais testando caminhos diferentes para fazer as mesmas coisas do cotidiano.

Leia também: Montar um negócio no Brasil é uma decisão inteligente?

O sentimento de estagnação e a falta de reconhecimento quando entregam um serviço acima da média, são as principais queixas das pessoas.

Por isso, se você é gestor, valorize a inovação, valoriza a atitude.

Continuar lendo

Inovar é preciso

Inovação vai muito além de uma empresa com nome diferente e engraçado ou lançar uma promoção para atrair clientes.

Inovação é entender para onde vamos, o que as pessoas desejam e acima de tudo, colocar em prática aquelas ótimas ideias que você sempre tem. E, claro, assumir os riscos. Veja alguns exemplos…

Continuar lendo