• CDPV - Escola de Vendas

Evento corporativo: por que investir nesta prática?

Se você já participou de algum evento corporativo, sabe alguns dos motivos que fazem eles serem realizados ou pelo menos já percebeu que muitas vezes eles são inesquecíveis e geram ótimas lembranças.


A verdade é que existem muitos tipos de eventos, e cada um tem um objetivo específico.


Em geral, deve-se criar um ambiente capaz de gerar melhores resultados aos envolvidos com dias em que as equipes podem se descontrair convivendo entre si.


Portanto, neste artigo veremos um pouco sobre o porquê investir em eventos corporativos e como eles podem ajudar a melhorar o desempenho da sua empresa.

Por que investir em um evento corporativo

O que são e quais os tipos de eventos corporativos?

Para entender a importância dos eventos corporativos é preciso saber quais são os tipos de eventos normalmente utilizados pelas empresas. Cada um com um objetivo e que pode ser utilizado dependendo da situação.


Por exemplo, quando se vê um banner acadêmico na entrada de uma universidade, no qual eles chamam a atenção dos calouros e veteranos para a festa que está por vir ou um grande evento esportivo organizado pelos universitários.


Eventos corporativos funcionam da mesma maneira, só que são organizados pelo pessoal do RH ou pela própria equipe de marketing da empresa.


Sendo esse um trabalho em que desde o seu projeto diversos colaboradores se empenham para organizar. Vejamos, portanto, alguns exemplos.


Congressos

Os congressos são o tipo de evento mais famoso e existente no meio corporativo. Eles ocorrem anualmente ou semestralmente.


Visto que é uma oportunidade para muitas empresas, com o objetivo de trocar experiências e dar aquela espiadinha nos concorrentes.


Um congresso é composto por pessoas do mesmo segmento que trabalham diferente, além de cientistas, pessoas da área de destaque e acadêmicos, tudo isso proporciona o enriquecimento científico e cultural dos participantes.


O tema é normalmente definido pelos organizadores que decidem convidar cada empresa para participar. Assim como se existe a necessidade de realizar a locação de stand para eventos desse porte.


Dentre as atividades de um congresso estão as reuniões abertas, rodas de conversa, mesas redondas e palestras. Sempre com alguém de destaque sendo o cabeça de tudo o que está ocorrendo.


A troca de experiência em um evento desses possibilita uma série de insights (ideias boas que podem ser aplicadas dentro da própria empresa).


Levando em conta que observar como seus concorrentes trabalham e ter a oportunidade de crescer graças a essa vivência é super positivo.


Existem muitas empresas que se preparam durante um longo período para que seja possível a integração e participação desses congressos. Alguns tem até competições e podem render prêmios para a marca.


Convenções

As convenções são parecidas com os congressos, a principal diferença é que em uma convenção as empresas convidadas estarão lá para divulgar seus produtos entre os concorrentes e parceiros que possam querer vir a participar.


Existem muitas empresas que pagam para entrar nessas convenções para poder divulgar para as empresas participantes, seus novos produtos como uma balança comercial 100kg, por exemplo.


As convenções também abrem espaço para pessoas de outros segmentos ou empresários interessados em investir no que estarão vendo ali. É a grande chance para muitas empresas de se destacarem e fecharem contratos.


Workshops

Workshops ou oficinas, são um tipo de evento onde as pessoas colocam a mão na massa. Normalmente ocorrem em um ou dois dias e é apresentado um problema para essas pessoas elas devem apresentar uma solução.


A questão principal é que a pessoa que deseja divulgar esse evento está querendo que as empresas que estiverem ali possam utilizar do novo produto que está disponível e normalmente apresenta alguma novidade.


No final das contas os workshops têm o objetivo de agirem como uma espécie de curso onde os participantes aprendem sobre diferentes novidades, só que na prática. Algo que normalmente os congressos acabam não proporcionando.


Apesar disso, é comum em convenções terem stands com workshops ocorrendo.


O que pode ser uma chance para um sommelier que participa do workshop como degustador de vinho português caro, e com isso ganha mais destaque em sua carreira.


Palestras

As palestras talvez sejam, entre todos, o evento corporativo mais comum. Quem nunca conheceu algum colega que foi convidado a dar uma palestra para uma empresa do mesmo segmento? Pois é, isso ocorre porque as palestras são muito mais acessíveis.


Diferente de organizar todo um congresso ou convenção, as palestras necessitam apenas de uma pessoa com claras aptidões para falar em público e domínio sobre o assunto que estão falando.


Uma boa sugestão para a sua convenção de vendas é a palestra do Diego Maia que atua no mercado desde 2003 e é considerado um dos palestrantes de vendas mais contratado do Brasil.


O lado positivo das palestras é que elas são ótimas opções para elucidar dúvidas e resolver problemas recorrentes.


Por exemplo, trabalho em equipe, se uma empresa está com dificuldades de unir os setores e leva os colaboradores a uma palestra, isso pode ajudar.


A ideia dos líderes é utilizar de uma linguagem mais acessível e menos dura para ensinar os colaboradores sobre um determinado assunto sem a necessidade de chamar a atenção de todos.


É muito comum palestras no início de um ano de trabalho quando os líderes estabelecem uma meta a ser batida. Portanto, para motivar as equipes, ele chama uma pessoa para motivar a todos.


Em questão de investimento tem um custo menor e só necessitam que se tenha um bom kit de som para eventos e um espaço para acomodar todos os ouvintes.


Além desses eventos temos outros como:

  • Treinamentos e cursos;

  • Feiras;

  • Mesa-redonda;

  • Seminários;

  • Debates e Simpósios.

Cada um com um objetivo diferente capaz de gerar dentro da empresa diversas sensações como a necessidade de crescer e ver que os concorrentes maiores podem ser alcançados.


Além disso, é possível resolver grandes problemas e se prevenir de diversas situações. Tudo graças à vivência proporcionada por cada um desses tipos de eventos corporativos.


Realizando o seu evento corporativo

Seu evento corporativo pode ser realizado de diferentes maneiras, mas a estrutura para defini-lo e pensar na melhor opção dentre todas as que falamos acima é permanece quase que sempre a mesma.


Tudo vai depender exclusivamente do tipo de empresa e dos objetivos que você como líder e organizador estará buscando atingir para sua equipe.


O primeiro passo será fazer uma análise de necessidade dentro de sua empresa e verificar se eles estão precisando de mais ideias, de serem motivados, ou se o quadro geral está precisando ser desenvolvido, nesse caso um curso ou workshop pode ser bem relevante.


O tema e o tipo de evento será definido após essa análise de caso a caso ter sido feita.


Agora passaremos para a lista de convidados. Muitas vezes não será possível convidar a todos, justamente pelo investimento e claro pelos objetivos a serem cumpridos.


Não se esqueça que os eventos corporativos são como uma ação de marketing promocional interna ou externa dependendo do que você está cogitando fazer.


Definido o tema, o objetivo e quais as equipes a participarem do evento podemos prosseguir.


No segundo passo deve ser definido a data, o local e o orçamento de todos os processos necessários para realização do evento.


Segurança, aluguel, transporte, convidados, logística e afins, tudo precisa ser detalhadamente organizado em uma planilha se possível.


Podemos acrescentar nesse orçamento e planejamento a decoração, a fotografia além do som e estrutura a ser elaborada.


Isto para evitar que seja preciso comprar uma divisória com vidro temperado de última hora e porque não foi percebida a necessidade antes.


Quanto melhor for o planejamento mais fácil será de colocar o evento em prática e não ser surpreendido.


Um evento perfeito é quando objetivo é alcançado, não há como tudo sair direitinho, mas é possível prever algumas situações resolver antes que elas cresçam.


O passo três é a realização do evento, para que as pessoas possam curtir tudo o que foi planejado é preciso que outras trabalhem em prol dela.


Por isso, tenha uma boa equipe que tenha ciência da importância desses eventos para a empresa.


Assim elas estarão felizes em ajudar nas demandas que forem necessárias e se empenharam em proporcionar uma grande experiência para seus colegas.


Essa equipe que realiza o evento deve ser a mais antenada e a mais responsável possível.


Depois que as atividades começam, resta apenas fazer a manutenção para que tudo termine de maneira correta.


Não se esqueça da equipe de limpeza que precisa estar disposta a todo o momento e estrategicamente organizada.


Por fim, chegará o momento de comer o buffet de evento empresarial contratado para aquela ocasião.


O buffet será lembrado por todos, pois é comum as pessoas se lembrarem do que comeram em eventos que participaram, assim como as bebidas oferecidas.


Benefícios desses eventos para o empreendimento

Todo esse esforço fará com que seus colaboradores aproveitem ao máximo tudo o que a empresa está oferecendo.


Sendo assim, eles se sentirão únicos e levarão essa experiência por toda a vida.


Os eventos acabam edificando algo que não pode ser pago e seus frutos serão colhidos nos próximos dias e anos de trabalho.


Portanto, é importante que toda a empresa entenda a importância de investir nessa prática para ficar marcada na eternidade.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.