• CDPV - Escola de Vendas

Como se preparar para as vendas na Black Friday - o que é e como fazer

Black Friday se tornou um dos principais períodos de vendas no fim de ano e pode render bons resultados


A Black Friday está próxima e é importante estar preparado para fechar bons negócios nesta que é um dos dias mais importantes para o comércio, em especial para o varejo. Apesar de ser uma tradição que nasceu nos Estados Unidos, a data foi adotada com sucesso pelas empresas brasileiras que a cada ano veem suas vendas aumentarem nesse período.


Mas para ter sucesso na Black Friday não basta fazer um anúncio bonito, é preciso trabalhar muito e ter um grande preparo para esse dia não virar um pesadelo.


O que é a Black Friday?

A Black Friday é uma tradição norte-americana e dá início às vendas para o Natal. A principal marca desse evento é que as lojas fazem grandes promoções, com descontos significativos, o que atrai uma quantidade muito grande de clientes para as lojas físicas e virtuais.


Lá nos Estados Unidos a Black Friday ocorre um dia após o Dia de Ação de Graças, ou seja, a quarta quinta-feira de outubro. Essa data é aproveitada em outros países que realizam o esforço de vendas, como o Brasil, mesmo que aqui esse feriado não seja comemorado. É bastante comum que as promoções durem todo o fim de semana. Nos Estados Unidos também foi criada a Cyber Monday, a “Segunda-feira Cibernética”, que acontece na primeira segunda-feira após a Black Friday e incentiva as compras pela internet. No Brasil também existem lojas que realizam a atividade, principalmente do setor de eletrônicos.


Agora, vamos para as dicas de como se preparar para a Black Friday.


1 - Ofereça descontos reais


Muitos clientes brasileiros apelidaram a data de “Black Fraude”, pois quando ela começou a ser utilizada pelo comércio nacional era muito comum os descontos serem “a metade do dobro”. Ou seja, lojistas anunciavam grandes ofertas, mas semanas antes haviam aumentado os valores dos produtos para dar uma falsa sensação de que havia uma boa vantagem.


Além dessa prática ser antiética, ela é muito fácil de ser descoberta em um mercado cada vez mais digital, o que pode arruinar não só as vendas dessa data, mas causar danos permanentes para a reputação da sua empresa. Existem sites especializados em mostrar para o público a evolução dos preços, então com um simples clique os seus clientes saberão se houve ou não alguma variação atípica nas semanas anteriores.


A dica aqui é simples: ofereça descontos reais para seus clientes na Black Friday.


2 - Prepare o seu site


O consumo online já é muito representativo e tende a aumentar cada vez mais, o que por si só já é motivo suficiente para você ter um site confiável e robusto. Na Black Friday isso é imprescindível.


Nesse dia o volume de acessos ao seu site será muito grande, bem fora do normal. E com muitas pessoas ao mesmo tempo nele é possível que sua navegabilidade seja prejudicada e, pior ainda, que ele trave e saia do ar. E aí o cliente simplesmente sai e vai para outro em segundos.


Portanto antes da Black Friday é importante verificar se o seu portal é robusto o suficiente para aguentar uma lotação. Caso não seja, providencie mudanças para não ter problemas no dia. Além disso, é importante ter o suporte de plantão para resolver qualquer imprevisto.


3 - Alinhe a sua equipe


Não é apenas o site que precisa estar preparado, sua equipe também deve estar atenta nesse dia, seja no virtual ou nas lojas físicas. Todos devem saber o que fazer em diferentes situações, desde como resolver um problema no sistema até dar atenção aos clientes em um dia tão atarefado.


Defina claramente os papéis de cada um no dia, para que as coisas saiam de forma organizada e ágil. Deixe as responsabilidades bem definidas, com a orientação necessária para cada time saber o que deve fazer, e também a qual outro colaborador deve recorrer caso alguma questão não seja de sua alçada.


4 - Treine a sua equipe


Manter uma equipe de vendas treinada é importante o ano todo. Mas se você achar necessário, pode realizar um treinamento de vendas específico para a Black Friday. Essa é uma ação interessante, pois você pode traçar com o palestrante de vendas que for contratar estratégias que levem em conta questões específicas dessa data.


É possível trabalhar conteúdos ligados a técnicas de vendas para persuadir os consumidores que levem em conta os descontos e vantagens da ação, por exemplo. Você pode estender esse treinamento de vendas para outros setores também, pois em uma Black Friday todos os olhos da empresa devem estar voltados para as vendas.


Para garantir o sucesso do treinamento a dica é contratar um palestrante motivacional especialista em vendas. Diego Maia possui quase 20 anos de experiência nesse ramo, com palestras e treinamentos realizados em 18 estados do Brasil e países como Estados Unidos, Argentina e Portugal. Seu conteúdo é rico, atual e flexível. Ou seja, pode ser adaptado para a necessidade de cada empresa e momento, como a Black Friday.


Confira uma edição do podcast BóraVoar, de Diego Maia:



5 - Prepare o seu S.A.C.


Pequeno de uma pessoa só, ou grande com um call center estruturado, toda empresa que vende pela internet precisa ter algum serviço de atendimento ao cliente.


Essa é uma medida que sempre merece a atenção dos empresários, mais ainda em momentos de grande volume de vendas. O Serviço de Atendimento ao Consumidor (S.A.C.) precisa estar em pleno funcionamento no dia da Black Friday e nas semanas subsequentes. Durante o evento ele será importante caso qualquer problema nas compras ocorra, e também para tirar dúvidas dos clientes sobre a ação. Após a data, o S.A.C. pode ser acionado com mais frequência pelo grande volume de compras, com dúvidas das mais diversas, desde trocas de produtos até reclamações sobre demora.


6 - Reforce sua logística


Esse é um ponto muito importante e que ano após ano causa dores de cabeça nos consumidores e estraga a reputação de muitas empresas. O volume de vendas na Black Friday é muito grande e é muito comum entregas atrasarem por causa disso.


Imagina você comprar um produto e esperar um, dois, três meses para receber? A frustração é inevitável. E as reclamações em redes sociais com a sua empresa marcada também. Muita gente tem antecipado as compras de Natal na Black Friday, então se espera que os produtos cheguem antes. As empresas precisam dar especial atenção para a logística nessa época, alinhar antes de fazer as vendas como ela acontecerá, qual a forma de entrega e ter os prazos corretos na hora de finalizar a venda. Vai demorar? Deixe isso claro no site. Prometeu que chega em dois dias? Entregue!


7 - Faça um follow up


O follow up é uma prática de mercado muito comum que, em resumo, significa fazer o monitoramento dos resultados das ações. Ter um plano para realizá-lo durante e depois de uma Black Friday é muito útil para a sua empresa.


No follow up da Black Friday você pode definir acompanhar como foi toda a experiência dos clientes. Metrifique dados como quantidade de visitas ao site e aos perfis de redes sociais da empresa, clientes que finalizaram e que não finalizaram compras, tempo levado no site e dados pós-compra, como a entrega, satisfação dos consumidores com atendimento e produto, etc. Tudo isso será útil para as próximas edições de Black Friday, mas também poderá ajudar a planejar eventos em outras datas com grande volume de vendas, como o Natal. O follow up deve estar atrelado a toda sua política de pós-venda, que também deve ser muito bem planejada.


8 - Tenha um controle profundo do seu estoque


Organização de estoque é sempre fundamental, em um momento de muitas vendas, como na Black Friday, ele é imprescindível. Tudo o que for vendido precisa ser dado baixa para se evitar vender o que já acabou.


Essa é uma dica que é muito importante também para quem trabalha com aplicativos de entrega. Nem todos eles possuem a opção de controlar o estoque automaticamente. Ou seja, você precisa ter esse controle em mãos e sempre estar atento para retirar o produto do ar assim que ele acabar, para não vender acidentalmente mais um e ter que cancelar o pedido.


Conclusão sobre vendas na Black Friday


Aproveitar a Black Friday para aumentar as vendas e atingir metas é algo que toda empresa deveria fazer. Os clientes estão dispostos a comprar e o retorno é grande. Mas como vimos, é preciso ter muita atenção para que esse dia saia bem e não se torne uma dor de cabeça.


Salve todas essas dicas, verifique se sua estratégia para o evento tem alguma falha nesses pontos e corrija-a. E se ainda não fez um plano para a Black Friday, use essas orientações para a criação do seu.


Talvez você se interesse por estes conteúdos:


Para o Google, Diego Maia é um dos 10 melhores palestrantes de vendas do país.

Como contratar um palestrante de vendas que traga resultados para sua equipe

Como treinar vendedores – 4 tipos de treinamento de vendas